Com risco de atropelamentos, indígenas voltam a fechar BR-101 em protesto

Eles solicitam a duplicação da via, instalação da sinalização adequada e melhorias nas instituições de ensino

Com risco de atropelamentos, indígenas voltam a fechar BR-101 em protesto

Eles solicitam a duplicação da via, instalação da sinalização adequada e melhorias nas instituições de ensino

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 20 de abril de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,


Eles continuam cobrando melhorias na rodovia e nas escolas (Foto: Luzamir Carneiro)

Indígenas realizam um novo protesto na BR-101, em Joaquim Gomes, na manhã desta terça-feira (20). Eles seguem cobrando melhorias, tanto nas escolas destinadas à aldeia, quanto nas rodovias da região, a fim de evitar que acidentes de trânsito continuem acontecendo. 

O trecho da rodovia foi novamente interditado às 9h de hoje, assim como na manhã desta segunda-feira, pelos indígenas da tribo Wassu Cocal. Eles solicitam a presença da imprensa, para que suas reivindicações possam ser divulgadas para a população do estado. 

As melhorias na rodovia são a sinalização adequada e a duplicação da pista, para evitar que acidentes continuem acontecendo no local. Já que nos últimos meses doze pessoas morreram em acidentes de trânsito na BR-101, o último foi na quinta-feira (15). 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local acompanhando a manifestação pacífica. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) também esteve na BR-101 e garantiu que as sinalizações cobradas pelos indígenas serão instaladas ainda hoje.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados