Com restrições, bares e restaurantes podem voltar a abrir em Alagoas

Estabelecimentos não poderão abrir aos finais de semana; de segunda a sexta podem funcionar até às 16h

Com restrições, bares e restaurantes podem voltar a abrir em Alagoas

Estabelecimentos não poderão abrir aos finais de semana; de segunda a sexta podem funcionar até às 16h

Por Agência Alagoas | Edição do dia 5 de abril de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias


Bares e restaurantes voltarão a operar com atendimento presencial, em horário limitado, durante os dias de semana a partir desta terça-feira (6) em Alagoas. A autorização foi anunciada pelo governador Renan Filho, na noite desta segunda-feira (5), durante coletiva de imprensa com transmissão pelas redes sociais. A resolução permite funcionamento das 05h às 16h e contempla as praças de alimentação dos shoppings centers e as atividades comerciais nas praias de todo o estado. A proibição de abertura aos fins de semana segue em vigor, como medida de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Bar de Maceió durante a fase amarela / Foto: Itawi Albuquerque

“Vamos fazer um reinício gradual das atividades nesse segmento”, explicou o governador, ao divulgar a outra novidade do novo decreto: a permissão das atividades físicas em academias de ginástica para pessoas com mais de 60 anos – desde que tenham recebido as duas doses da vacina contra a Covid-19, com pelo menos 15 dias decorridos da segunda aplicação.

“Isso vai garantir que as pessoas imunizadas possam voltar à prática desportiva nas academias”, considerou Renan Filho. “Todas as pessoas com mais de 60 anos que não tomaram as duas doses da vacina seguem sem poder praticar atividade como prevenção para que não adoeçam”, reforçou.

As demais medidas estabelecidas no decreto anterior continuam vigentes e todo o estado segue na Fase Vermelha do Distanciamento Social Controlado por mais sete dias.

A decisão, tomada com respaldo da ciência e de técnicos da área de Saúde, ocorre em virtude da recente queda nos números de óbitos, de novos casos e na taxa de ocupação de leitos de UTI. “Essa última semana foi a primeira das últimas oito semanas em que tivemos redução do número de mortes. Voltamos para a estabilidade. O que é bastante simbólico, bastante significativo”, considerou o gestor, ao lado chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias, e dos secretários de Estado da Saúde, Alexandre Ayres; do Turismo e Desenvolvimento, Rafael Brito; e da Gestão, Planejamento e Patrimônio, Fabrício Marques.

Na avaliação de Renan Filho, a redução é resultante das medidas estabelecidas pelo Governo de Alagoas ao longo do período da pandemia, em conjunto com a participação da população. “Isso é um dado importante. Significa que o Plano de Distanciamento Social Controlado está sendo capaz de reduzir ao mesmo tempo a ocupação de leitos hospitalares – ainda não em grande escala, mas com significativa redução – e o número de casos novos”, realçou.

“Conseguimos conquistar esses bons resultados porque tivemos a colaboração dos cidadãos alagoanos”, acrescentou o secretário da Saúde, Alexandre Ayres. “É importante que a população entenda que decisão tomada hoje não pode ser confundida com um relaxamento para que as pessoas deixem de usar máscaras e voltem a se aglomerar”, salientou.

Em paralelo, o Governo de Alagoas amplia os esforços para acelerar a imunização. “Amanhã, faremos uma reunião com todos os prefeitos de Alagoas para tratar da intensificação da vacinação no estado. Além disso, vamos lançar uma campanha e destinar 10 milhões de reais para aquisição de cestas básicas que serão distribuídas às pessoas que mais precisam nesse momento da pandemia da Covid-19”, finalizou Renan Filho.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados