Com gol anulado no fim do jogo, CSA fica no 1 a 1 contra o Brasil de Pelotas

Com gol anulado no fim do jogo, CSA fica no 1 a 1 contra o Brasil de Pelotas

Por Thiago Luiz - Estagiário | Edição do dia 22 de janeiro de 2021
Categoria: Esportes


Jogando no Rei Pelé e com erro da arbitragem, o CSA ficou só no empate em 1 a 1 e não consegue garantir acesso antecipado. Juventude venceu o Figueirense e voltou ao G-4. Bruno José marcou para o time gaúcho e Rafinha deixou tudo igual.

O jogo

O CSA tinha mais posse de bola no primeiro tempo, mas parava na linha de cinco jogadores de marcação do Brasil de Pelotas. Quando o Azulão chegava, era na bola aérea. No último terço do campo, não conseguia incomodar a defesa gaúcha.

O Xavante aproveitava a boa atuação defensiva e fazia um jogo confortável, como um visitante indigesto. E aos 37 minutos, a única lei que não falha entrou em ação. Bruno José disparou pela direita, puxou para o meio e soltou a perna esquerda para vencer o goleiro Matheus Mendes e abrir o placar para o time de Pelotas.

Depois do gol, o time marujo tentou correr atrás do prejuízo, mas a euforia de buscar o empate acabou impedindo que o ataque azulino caprichasse na criação de jogadas.

Na segunda etapa, o Brasil continuou com uma marcação quase que impecável. E o CSA esbarrava nessa retranca. A saída foi na bola parada. Aos 10 minutos Rafinha foi para cobrança de falta e encheu o pé esquerdo. A bola ainda desviou em Rodrigo Pimpão e morreu no fundo das redes para deixar tudo igual.

O Brasil tentou responder de imediato, com Bruno José comandando as jogadas ofensivas. Em cobrança de escanteio, Diego Ivo subiu sozinho mas não cabeceou bem e desperdiçou uma boa chance.

O jogo começou a ficar mais nervoso e com poucos lances perigosos. Só ao 36 voltou a ferver. Diego Ivo subiu mais uma vez e acertou o travessão.

Aos 48 minutos, o lance mais questionado da partida. Castán levantou a bola na área do Xavante, Cléberson cabeceou no travessão e, no rebote, Pedro Júnior marcou, mas o bandeirinha pegou impedimento do zagueiro azulino. Irregularidade mal marcada. Os jogadores ficaram revoltados.

Com o resultado, resta apenas uma vaga no G-4, que ficará com CSA ou Juventude. Com 57 pontos, o Azulão agora ocupa a quinta posição, porque o Ju bateu o Figueirense no Alfredo Jaconi, por 2 a 1, de virada.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados