Com dobradinha brasileira e recorde, alagoano Yohansson leva bronze nos 100m

Com dobradinha brasileira e recorde, alagoano Yohansson leva bronze nos 100m

Por | Edição do dia 11 de setembro de 2016
Categoria: Brasil, Notícias | Tags: ,


O alagoano Yohansson Nascimento conseguiu a medalha de bronze na manhã deste domingo (11) na prova dos 100m rasos da classe T47 dos Jogos Paraolímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Ele fez 10s79 e fechou a dobradinha com o paraibano Petrucio Ferreira, de apenas 19 anos que, depois de ter batido o recorde mundial nas eliminatórias, baixou ainda mais a marca na final e conquistou a medalha de ouro ao cumprir a distância em 10s57.

“Queria muito fazer uma dobradinha aqui, mas estou feliz. Conquistei uma medalha para o povo brasileiro”, disse Yohansson, que não chegou ao pódio nesta prova nas Paralimpíadas de Londres, em 2012, mas conquistou naquele ano a prata nos 400m rasos e o ouro nos 200m.

Yohansson e Petrúcio após a prova, enquanto alagoano conferia classificação final (Foto: Extra)

Yohansson e Petrúcio após a prova, enquanto alagoano conferia classificação final (Foto: Extra)

Yohansson fez o mesmo tempo do polonês Michal Darus, mas a imagem da chegada deu a prata ao europeu. Além disso, a foto confirmou a supremacia de Petrucio, que largou atrás dos rivais e venceu com incrível sobra.

“Quando eu terminei a prova, passou todo um filme na minha cabeça. Tudo que eu vivi e tudo que eu passei até chegar aonde cheguei. Esse ouro é para todo o Brasil, para toda a Paraíba e para a minha cidade, São José do Brejo da Cruz”, disse Petrucio ao Sportv.

O poder de aceleração de Petrucio era um dos motivos para ele ser considerado pelo CPB (Comitê Paralímpico do Brasil) a principal promessa do país no atletismo paraolímpico. O velocista consegue ganhar velocidade até a marca de 60 metros – a entidade tem um estudo que mostra que outros atletas da mesma classe aumentam as passadas até os 40 ou 50 metros.

 

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados