Com 54,3% do estoque de sangue necessário, Hemoal abre no Feriado da Padroeira de Maceió

Além de pesar no mínimo 50 quilos, voluntário deve estar com boa saúde e comparecer de máscara ao Hemoal

Com 54,3% do estoque de sangue necessário, Hemoal abre no Feriado da Padroeira de Maceió

Além de pesar no mínimo 50 quilos, voluntário deve estar com boa saúde e comparecer de máscara ao Hemoal

Por Assessoria | Edição do dia 26 de agosto de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,,,


Nesta sexta-feira (27), feriado em homenagem a Nossa Senhora dos Prazeres, padroeira de Maceió, o Hemocentro de Alagoas (Hemoal) abre das 7h30 às 17h para doação de sangue. O órgão, situado na Rua Dº Jorge de Lima, no bairro Trapiche, dispõe de 163 bolsas de sangue no estoque, o que representa 54,3% do percentual necessário, que deve ser de no mínimo 300 unidades.

A iniciativa, além de contribuir para estabilizar o estoque de sangue da Unidade Maceió, visa facilitar o acesso dos candidatos à doação que não podem doar durante os dias úteis. No sábado (28), o órgão também irá funcionar, assim como a Unidade Arapiraca, localizada na Rua Desportista Ernesto Alves Siqueira, no bairro Centro.

Para doar sangue, além de boa saúde, é necessário portar um documento de identificação com foto, estar de máscara, ter idade entre 16 e 69 anos e peso mínimo de 50 quilos. Caso o voluntário tiver menos de 18 anos, deve comparecer ao Hemoal em companhia dos pais ou responsáveis legais, portando um documento de identificação oficial e original deles.

“Quanto aos voluntários habituais, no caso das mulheres a doação pode ser repetida após três meses. Já quanto aos homens, o intervalo entre uma doação e outra é de dois meses”. Ressalta a gerente do Hemoal, médica Verônica Guedes.

Impedimentos – De acordo com o Ministério da Saúde (MS), ficam impedidos de doar sangue, os voluntários que tiverem contraído hepatite após os 11 anos de idade, além de Aids, sífilis e doença de Chagas. As mulheres ficam impossibilitadas apenas se estiverem gestantes ou no período de amamentação.

“Caso o voluntário esteja infectado pelo novo coronavírus, ele fica impedido de doar sangue pelo período de 30 dias, que devem ser contados após a recuperação. Mas, se o voluntário teve apenas contato com uma pessoa infectada e não tenha apresentado sintomas da Covid-19, devem ser aguardados 14 dias”, informou Verônica Guedes.

Quanto às pessoas que tomaram a vacina contra a Covid-19, deve ser respeitado um intervalo para se candidatar à doação de sangue. Com relação à vacina CoronaVac, o intervalo é de 48 horas após cada dose, ou seja, dois dias. Já no caso da AstraZeneca, Pfizer e Jansen, o ato de doar sangue só pode ser realizado após o sétimo dia do recebimento da vacina, seja para a primeira ou segunda dose.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados