Clipe de Pabllo Vittar é censurado pelo YouTube

‘Parabéns’ atingiu mais de 50 milhões de usuários e sua censura revoltou fãs

Clipe de Pabllo Vittar é censurado pelo YouTube

‘Parabéns’ atingiu mais de 50 milhões de usuários e sua censura revoltou fãs

Por | Edição do dia 22 de janeiro de 2020
Categoria: Conceito, Famosos | Tags: ,,


Cantora drag queen Pabllo Vittar. (Foto: reprodução / Instagram)

Cantora drag queen Pabllo Vittar. (Foto: reprodução / Instagram)

O clipe “Parabéns” da cantora drag Pabllo Vittar foi censurado pelo YouTube recentemente, e fãs se revoltaram com a atitude da plataforma. Ele foi lançado no dia 17 de outubro do ano passado, e atualmente o vídeo atingiu mais de 50 milhões de visualizações. Segundo fãs, a música promete ser o hit do verão.

De acordo com o YouTube, o próprio usuário do aplicativo que postou o vídeo solicitou a censura. Na descrição do videoclipe, tem uma advertência, “se beber não dirija. Não compartilhe com menores de 18 anos”. A frase está inserida na ficha técnica.

“Basta ser lgbt. Isso já é o suficiente. Bora dar streaming em parabéns e pedir explicações do YouTube”, um usuário do Twitter postou. Mesmo sofrendo a restrição, o clipe de Vittar promete ser uma das músicas mais tocadas do Carnaval 2020.

A restrição de idade feita pela equipe da cantora foi devido às partes que bebidas alcoólicas aparecem no vídeo. (Foto: redação)

A restrição de idade feita pela equipe da cantora foi devido às partes que bebidas alcoólicas aparecem no vídeo. (Foto: redação)

Pelo visto, houve uma restrição em algumas partes do clipe, como por exemplo a parte que a drag está com muitas pessoas se divertindo, com bebidas alcoólicas e copos.

Os fãs da cantora questionaram o motivo da restrição. Segundo eles, Vittar sofre muitos boicotes em rádios nacionais, e ficaram revoltados com a decisão da censura.

Muitos ainda falam sobre homofobia, pois o que acontece para os vídeos serem censurados normalmente são cenas mais sensuais ou com xingamentos. No caso da Pabllo, não é confirmado nada que violente as regras do Youtube.

 

Veja o clipe abaixo:

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados