China concede aprovação ‘condicional’ à pílula contra covid da Pfizer

Medicamento trata adultos com sintomas leves ou moderados que possam se desenvolver para graves

China concede aprovação ‘condicional’ à pílula contra covid da Pfizer

Medicamento trata adultos com sintomas leves ou moderados que possam se desenvolver para graves

Por Uol | Edição do dia 12 de fevereiro de 2022
Categoria: Coronavírus, Saúde | Tags: ,,


O órgão regulador de medicamentos da China disse neste sábado (12) que concedeu uma aprovação “condicional” ao uso da pílula anticovid da Pfizer, empresa com sede nos Estados Unidos, para tratar adultos com doenças leves ou moderadas que podem desenvolver sintomas graves.

A Administração Nacional de Produtos Médicos, que até agora não licenciou nenhuma vacina estrangeira contra a covid-19 em território chinês, também solicitou que mais pesquisas sobre o medicamento fossem realizadas e enviadas à entidade.

A pílula da Pfizer é distribuída sob o nome Paxlovid e foi licenciada em vários países, incluindo Estados Unidos e Israel. A União Europeia permitiu seu uso aos países membros enquanto processa sua autorização oficial.

Esta luz verde condicional da China surge após vários meses com uma série de surtos no país, que colocaram em risco a estratégia “zero covid” promovida por Pequim depois de controlar a primeira onda da pandemia, que surgiu em Wuhan.

Embora longe dos níveis de infecção de outros países, a China ainda está lidando com vários surtos isolados que causaram o confinamento de uma cidade do sul nesta semana, onde os casos dispararam.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados