, Quarta-Feira - 24 de Abril de 2019

 

Cesmac traz o primeiro Simulador Obstétrico para prática de ensino médico

Assessoria / 3:39 - 26/09/2018

Simulador amplia possibilidades práticas com resolução em tempo real


O Simulador permite que alunos possam monitorar como a mãe e o feto respondem a procedimentos clínicos, manobras e a administração de medicamentos sem a intervenção do instrutor (Assessoria)

O Simulador permite que alunos possam monitorar como a mãe e o feto respondem a procedimentos clínicos, manobras e a administração de medicamentos sem a intervenção do instrutor (Assessoria)

Pioneiro em Inovação e Tecnologia, o Centro Universitário Cesmac, traz para Alagoas o primeiro Simulador Obstétrico Lucina Ar com Microsoft  HoloLens , realidade aumentada, consolidando assim  o avanço na qualificação do ensino médico e de saúde em Alagoas.  O simulador Lucina, de parto materno-Fetal, foi desenvolvido para treinamento de médicos, parteiras, enfermeiros e profissionais de saúde aliados na gestão do parto normal e complicações decorrentes do parto e gravidez, e oferece um alto nível de realismo em treinamento e prática de intervenções para complicações no parto, intervenções para emergências maternas e transporte realista da paciente.

A coordenadora dos Laboratórios de Habilidades do Cesmac, profa. Marcileide Santos, destaca que “o Cesmac é o primeiro Centro Universitário privado do Brasil a obter e manter em funcionamento este simulador, tratando-se de um grande diferencial para os alunos, que terão a oportunidade de aprender com as mais modernas técnicas, uma vez que o simulador possibilita acelerar o pensamento crítico e a tomada de decisões clínicas na prática, onde o cenário proposto nas aulas é o mais real possível”.

O Simulador Lucina Ar permite que alunos possam monitorar como a mãe e o feto respondem a procedimentos clínicos, manobras e a administração de medicamentos sem a intervenção do instrutor, permitindo ainda o treinamento de todo o processo de nascimento automaticamente e foi projetado para ser estável, confiável, realista e o mais silencioso do mercado.

(Assessoria)

(Assessoria)

Para o engenheiro Paulo Giordano, responsável pelo treinamento e manutenção dos simuladores de alta fidelidade, a LUCINA é um produto que, para ensino médico, é uma ferramenta grandiosa. “Hoje em dia, não se treina mais um médico com modelos anatômicos. O simulador tem resposta fisiológica, respira, tem pupila foto reativa, tensões cardíacas/pulmonares, imita parto normal ou de emergência, com hemorragia pós-parto. Ele pode treinar no aluno o mnemônico de emergência, sendo uma enorme ferramenta que possui leitor de parâmetros e, por meio de um cenário construído anteriormente pelo professor, o discente poderá treinar uma variedade de problemas”.

Para Profª Fabiana Palmeira do Núcleo de Gestão Acadêmica, o novo simulador irá acrescentar bastante na aprendizagem, principalmente no que diz respeito a prática. “Simular é trazer para o real, dentro de um objetivo de aprendizado, situações que o aluno irá encontrar em sua carreira profissional”.

Ela destaca que o Cesmac está entre as dez primeiras instituições de ensino privado do país a ter simuladores, realidade aumentada, como: CAE APOLLO – simulador de paciente real adulto e o BABYSIM simulador de paciente real bebê, simuladores de alta fidelidade interativos e com respiração espontânea e respostas fisiológicas.


Comentar usando