Cesmac começa a apurar caso da estudante de medicina que fez post nas redes sociais ironizando paciente

A acadêmica foi desligada do estágio; Conselho Regional de Medicina deve investigar o caso

Cesmac começa a apurar caso da estudante de medicina que fez post nas redes sociais ironizando paciente

A acadêmica foi desligada do estágio; Conselho Regional de Medicina deve investigar o caso

Por Redação* | Edição do dia 8 de fevereiro de 2022
Categoria: Alagoas | Tags: ,,


Uma estudante de Medicina de uma faculdade particular que fica em Maceió, identificada como Carolina Nobre, fez uma publicação em seu perfil nas redes sociais “reclamando” e sendo irônica com uma paciente que chegou na unidade hospitalar que a jovem trabalha, e teria “atrapalhado” o seu descanso. O caso deve ser investigado pelo Centro Universitário Cesmac nesta terça-feira (8)

A jovem postou o nome da paciente, seu quadro de saúde e escreveu: ” “Faltando 10 minutos para minha hora de dormir chega uma mulher infartando e com edema agudo de pulmão e agora já passou 1:30 da minha hora de dormir”. Em seguida ela atualizou a história e continuou o: “A mulher morreu e eu não dormi.”.

O coordenador do curso de Medicina do Cesmac, André Falcão, disse que a instituição onde a jovem estuda já tomou conhecimento do caso e que as providências cabíveis estão sendo tomadas.

Andre ainda disse que a instituição tomou conhecimento do caso por meio de capturas de tela feitas por outros estudantes e postadas em grupos de aplicativo de mensagem.

Falcão rechaçou a atitude e disse que se trata de uma “alteração de ética importante”, mas que a aluna ainda deve ser ouvida para dar sua versão dos fatos. Ele afirmou que até a próxima sexta-feira (11) deve ter algum desfecho do caso.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Deodoro, local onde a estudante de medicina atua, disse que tomou conhecimento do caso através de informação prestada pelo médico-chefe da Unidade Mista, Dr. José Carlos de Gusmão, e, imediatamente, solicitou o desligamento da mesma do quadro de estagiários do município.

“A referida estagiária é oriunda de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro e a unidade de ensino Cesmac (Centro de Estudos Superiores de Maceió). A Secretaria lamenta o ocorrido e reafirma seu compromisso focado na humanização e respeito ao cidadão em todas as nossas unidades de saúde”, finalizou.

O Conselho Regional de Medicina de Alagoas informou que vai levantar mais informações, para que possa investigar o fato.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados