Centro de mediação na Sicredi realizará audiências por whatsapp

Cooperados poderão renegociar suas dívidas com a instituição financeira; audiências virtuais começam na quinta (9)

Centro de mediação na Sicredi realizará audiências por whatsapp

Cooperados poderão renegociar suas dívidas com a instituição financeira; audiências virtuais começam na quinta (9)

Por | Edição do dia 7 de abril de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


O Centro Judicial de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) que funciona na Cooperativa Sicredi, no bairro Mangabeiras, vai realizar audiências de mediação por whatsapp, a partir de quinta-feira (9). O objetivo é oferecer alternativas para que os cooperados solucionem suas pendências com a instituição.

“A Sicredi é a única instituição financeira que conta com um Cejusc em suas dependências e também a única a realizar sessões virtuais de mediação. O momento é de encontrarmos saídas para solucionar as pendências dos cooperados e não penalizá-los e sobrecarregar o Judiciário, sobretudo nesse momento difícil”, afirmou o diretor de Operações da Sicredi Alagoas, Maurílio Ferraz.

Nas audiências com a instituição, os cooperados poderão renegociar suas dívidas. A intenção, de acordo com o diretor, é não onerá-los com juros de atrasos, custas e honorários advocatícios decorrentes de ações judiciais.

Maurílio Ferraz destacou ainda que as partes já estão sendo contatadas e informadas sobre as mediações virtuais. “A aceitação está sendo satisfatória, sobretudo quando dizemos que essa nova modalidade de solução de conflitos tem a chancela do Tribunal de Justiça de Alagoas”.

Ato normativo do TJAL

As audiências por whatsapp já estão ocorrendo, desde o último dia 30, no Cejusc que funciona no Fórum da Capital, no Barro Duro. Os casos mediados envolvem processos da área de família.

O ato normativo que autoriza a realização das audiências virtuais foi assinado pelo presidente do TJAL, desembargador Tutmés Airan, e pode ser conferido aqui.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados