Central de Triagem de Maceió para Covid-19 completa um ano e registra mais de 76 mil atendimentos

Central de Triagem de Maceió para Covid-19 completa um ano e registra mais de 76 mil atendimentos

Por Ascom Sesau | Edição do dia 14 de abril de 2021
Categoria: Coronavírus | Tags: ,,


Central de Triagem para Covid-19 disponibiliza teste RT-PCR com retirada de secreção nasofaríngea (Foto: Ascom Sesau)

No início da pandemia causada pelo novo coronavírus, a população alagoana constatou várias ações adotadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para assegurar o diagnóstico preciso e em tempo oportuno. Entre elas está a abertura da Central de Triagem para Covid-19, inaugurada no dia 14 de abril do ano passado, e que está localizada no Ginásio do Sesi, no bairro Trapiche, em Maceió.

Há exatamente um ano a Central de Triagem para Covid-19 foi inaugurada e contabiliza o atendimento a 76.756 pessoas com suspeita da doença. A unidade de saúde funciona 24 horas por dia, durante os sete dias da semana, ofertando testes de diagnóstico para a população e melhorando o fluxo de atendimento dos pacientes. Durante os 365 dias de funcionamento, foram realizados 51.303 testes rápidos, com 8.019 casos positivos e 43.284 testagens negativas.

“Milhares de pessoas passaram pela Central de Triagem sendo atendidas de forma humanizada pelos profissionais que fazem parte da equipe multiprofissional da unidade. A testagem dos pacientes garantiu que pudéssemos encaminhar, de uma forma mais ágil, os casos positivos para um tratamento imediato da doença. A Central de Triagem se tornou extremamente importante no enfrentamento à Covid-19, fazendo com que melhorássemos nossas estratégias para combater o novo vírus”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

A unidade de saúde conta com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêutico, biomédicos e técnicos em análise clínica. A Central de Triagem para Covid-19 possui uma estrutura física com 10 consultórios, quatro salas de coleta e 16 poltronas de medicação.

Quando procurar a Central – A população deve procurar a Central de Triagem de Maceió quando estiver entre o terceiro e o sétimo dia após o início dos sintomas. Entre os sintomas que devem ser observados com suspeita da Covid-19, estão as dores no corpo, na cabeça e garganta, além de febre, tosse, coriza, congestão nasal, perda de olfato e paladar.

Maryana Costa, diretora da Central de Triagem de Maceió, explica que ao chegar à unidade de saúde, as pessoas passam por uma pré-triagem, onde o nível de oxigênio no sangue é verificado por meio de um oxímetro. “Após essa etapa, um enfermeiro irá verificar todos os sinais vitais e os sintomas dos pacientes, que em seguida são encaminhados para uma consulta com um médico. E em caso de necessidade, o médico irá solicitar a realização do teste rápido ou do teste RT-PCR”, disse a enfermeira.

Testes ofertados – Na Central de Triagem a população encontra dois tipos de testes para a detecção da Covid-19, o teste RT-PCR e o teste rápido de antígeno. Os testes são solicitados com base nos sintomas apresentados pelo usuário, segundo informou a médica da unidade de saúde, Maylis Dantas. Ela ainda salienta que os testes precisam ser feitos a partir do terceiro dia dos sintomas, e vai ser durante a consulta clínica que o médico irá avaliar a sintomatologia do paciente, para decidir qual o tipo de exame será solicitado.

“Para os usuários com um quadro clínico mais grave, as gestantes, ou os idosos, por exemplo, ocorre o encaminhamento para fazer o teste rápido de antígeno, com o resultado saindo em 15 minutos. E dependendo da gravidade podemos fazer o encaminhamento para uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento] ou para uma das unidades hospitalares referência no tratamento da doença”, explicou Maylis Dantas.

Ainda de acordo com a médica, nos casos leves, o RT-PCR é solicitado e o paciente é orientado a ficar em isolamento durante 10 dias. “Também recomendamos que ele tome as medicações prescritas, que geralmente são analgésicos para as dores de cabeça e antitérmicos destinados ao combate da febre. Além disso, orientamos ao usuário a procurar uma UPA caso surja um desconforto respiratório, dores na região do tórax e febre persistente”, destacou.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados