Cearense é preso por tráfico de drogas e falsidade ideológica na rodoviária de Maceió

Ele estava com mais de 900 gramas de entorpecentes e uma identidade falsa

Cearense é preso por tráfico de drogas e falsidade ideológica na rodoviária de Maceió

Ele estava com mais de 900 gramas de entorpecentes e uma identidade falsa

Por Thatyana Ferreira - estagiária sob supervisão | Edição do dia 4 de março de 2021
Categoria: Maceió, Polícia | Tags: ,


Foto: Ilustração

Um cearense identificado como Afrânio Freires Ramos, de 39 anos, foi preso nesta quarta-feira (03) por tráfico de drogas e falsidade ideológica no terminal rodoviário João Paulo II, em Maceió.  Ele estava tentando desembarcar na capital alagoana sob posse de entorpecentes e utilizando documentos falsos.

A guarnição motorizada do oficial de operações, pertencente ao Batalhão de Radiopatrulha (BPRP), se deslocou até a rodoviária por volta das 9h depois de receber informações do serviço de inteligência da Polícia Militar de Alagoas (PMAL), sobre o desembarque de Afrânio Freires.

Ao ser abordado, o suspeito apresentou uma identidade com o nome de Carlos André Pereira Mendes. Além dos documentos falsos ele estava com 25 gramas de cocaína e 950 gramas de maconha. Afrânio não resistiu e foi encaminhado a Central de Flagrantes, autuado por tráfico de entorpecentes e falsidade ideológica.

Outra prisão na capital alagoana

Dois homens, de 27 e 30 anos, foram presos por volta das 17h desta quarta-feira no Tabuleiro do Martins pela guarnição motorizada Bope Canil. A prisão aconteceu durante um patrulhamento dos policiais e os suspeitos não resistiram a prisão. O primeiro acusado foi localizado na porta de casa saindo de dentro de um carro, ao revistarem o veículo os policiais encontraram  29 gramas de uma substância que aparentava ser cocaína.

Ao ser perguntado sobre a possibilidade de existir mais droga ele liberou a entrada da guarnição na sua casa. Dentro do local foi localizado cerca de 20 gramas de cocaína, dentro do tênis do segundo suspeito, e mais 80 gramas da mesma droga dentro do forro de pvc, além de várias embalagens de plástico, uma balança de precisão e mais de mil reais em dinheiro. Eles também foram encaminhados à Central de Flagrantes.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados