Cauã foi espancado até a morte porque estava ”aperreando e chorando”, diz suspeito

Suspeito contou que se irritou com o choro da criança, e que o menino havia batido a cabeça na parede após os ‘tapas’

Cauã foi espancado até a morte porque estava ”aperreando e chorando”, diz suspeito

Suspeito contou que se irritou com o choro da criança, e que o menino havia batido a cabeça na parede após os ‘tapas’

Por Redação* | Edição do dia 28 de abril de 2022
Categoria: Ultimas Notícias | Tags: ,,,,,,


O chefe de operações da Delegacia de Crimes Contra a Criança, Alan dos Santos, confirmou, no inicio da noite desta quinta-feira (28) em entrevista à TV Pajuçara que o menino Cauã, cujo o corpo foi encontrado na tarde de hoje foi espancado até a morte. Em depoimento à Polícia civil, o suspeito de cometer o crime, Fernando Henrique de Andrade Olegário, de 25 anos, confessou que matou a criança no dia 18 de março, após ter ficado irritado com o choro do menino.

Segundo Alan, o suspeito disse que o crime foi assistido pela adolescente de 16 anos, que não teria participado das agressões, mas estava presente. O chefe de operações também disse que a adolescente está sub custódia. “O Corpo foi encontrado após Fernando levar a polícia ao local exato onde foi deixado”, explicou o Delegado responsável pelo caso.

Ainda segundo o jovem, as agressões aconteceram na casa de uma cunhada e, em seguida, a criança foi levada desacordada para a sua residência. Ao ser constatado que cauã não estava mais vivo, o corpo foi levado a um matagal, onde foi deixado, coberto com folhas, local que foi descoberto pela polícia na tarde de hoje.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados