Caso Renata Sá: réu fica sem defesa e julgamento é adiado

Advogado do acusado renuncia o caso horas antes do julgamento

Por | Edição do dia 20 de outubro de 2015
Categoria: Blog | Tags:


Réu confesso. Foto: Assessoria

Réu confesso. Foto: Assessoria

O julgamento do caso Renata Sá que estava  previsto para acontecer  na tarde desta terça-feira (20), foi  adiado após renuncia do advogado do réu confesso Leonardo Lourenço da Silva, acusado de matar a nutricionista Renata de Almeida Sá, em 2014. O julgamento foi adiado para próxima semana.

Urubatam da Silva, advogado do réu confesso, desistiu do caso horas antes do julgamento, após a desistência, o juiz John Silas, da 8ª Vara Criminal da Capital, confirmou a renuncia oficial da defesa do réu nesta segunda.  Sem defesa, o acusado do caso será defendido por um defensor público.

O promotor Marcos Mousinho, afirmou que acredita que o réu será condenado por ter confessado o crime e ter saído de caso com o intuito de matar. Além de não ter apresentado nenhum histórico de insanidade mental.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados