Casal informa que não foi privada após leilão realizado nesta quarta

Por Redação com assessoria | Edição do dia 1 de outubro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Foto: Reprodução

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) informou nesta quarta-feira, 30, que não foi privatizada, que apenas concedeu parte de suas atribuições à iniciativa privada. A Casal reforça que continuará sendo responsável pela captação e tratamento da água na Região Metropolitana de Maceió.

Nesta quarta-feira, 30, parte dos serviços da Casal foram leiloados a empresa BRK Ambiental por R$2,009 bilhões. Pelos próximos 35 anos, a empresa será responsável pela distribuição de água na capital e em mais 12 municípios da região metropolitana.

A Casal parabenizou o Governo do Estado pelo resultado obtido no leilão e informou ainda que a parceria com a iniciativa privada irá proporcionar universalização do fornecimento de água e do esgotamento sanitário na região metropolitana e na capital.

“A partir da entrada em operação do parceiro privado, que teve a empresa BRK como vencedora do leilão, haverá um prazo, conforme estabelecido no edital, de seis anos para que haja a universalização do fornecimento de água e de até 16 anos para que haja a universalização do esgotamento sanitário em toda a Região Metropolitana de Maceió, que totaliza 13 municípios, incluindo a capital. O investimento esperado é em torno de R$ 2,6 bilhões, que será captado e investido pelo parceiro privado”.

A Casal ainda afirmou que o Estado estuda a possibilidade de ampliar a participação da iniciativa privada em outras áreas, como no chamado “Bloco B”, onde está a região semiárida (Agreste, Bacia Leiteira e Sertão) e no “Bloco C”, composto pelo Litoral e região da Mata.

“Em todas essas regiões, quando houver a concessão, a Casal deverá permanecer com a tarefa de produção e tratamento da água, além de poder conduzir um amplo programa de saneamento rural, tendo em vista que os povoados com menos de mil habitantes ficariam fora do escopo de atuação da iniciativa privada”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados