Casal garante a permanência de 85% dos seus trabalhadores na capital em Maceió

Casal garante a permanência de 85% dos seus trabalhadores na capital em Maceió

Por Assessoria | Edição do dia 14 de janeiro de 2021
Categoria: Maceió


O Sindicato participou no dia 13 de janeiro, da segunda reunião da comissão formada pelos Urbanitários de Alagoas e a diretoria da CASAL, relativa ao processo de transição dos serviços da empresa para a BRK, que passa a assumir os serviços de distribuição de água e saneamento da região metropolitana de Maceió, o que deverá acontecer em até 180 dias. O Sindicato estará visitando os/as trabalhadores/as em todo o Estado para informar todo esse processo pessoalmente. Uma próxima reunião foi marcada para o mês de fevereiro.

Na reunião foi confirmada a aprovação ao plano de reestruturação da CASAL, onde 85% dos/as trabalhadores/as permanecem na capital. A realocação dos outros 15% será acompanhada pelo Sindicato, para que fiquem o maís próximo possível de Maceió.

CAPACITAÇÃO E NOVO PLANO DE CARGOS

O vice-presidente de gestão operacional da CASAL Humberto Carvalho, informou que com o desligamento dos/as aposentados/as, os atuais trabalhadores/as da CASAL serão fundamentais para esse novo momento da empresa. Será necessário capacitação para as novas atividades que serão agregadas com o processo de reestruturação.

Foi informado ainda que com a reestrutração, será necessário uma adequação ao plano de cargos e salários dos/as trabalhadores/as, que será, no tempo certo, acompanhado de perto pelo Sindicato, visando evitar quaisquer perdas nos direitos e ganhos já conquistados. A mudança no plano de cargos será necessária para que os/as trabalhadores/as possam continuar atuando na empresa, já que várias funções hoje exercidas pela CASAL serão extintas com a entrega de parte dos serviços para a BRK.

Com a reestruturação, segundo o vice-presidente operacional, a CASAL permanece apenas com uma unidade de negócios, que será a da região metropolitana, responsável por vender água no atacado para a BRK. A empresa passará a funcionar apenas no prédio sede, no Farol e no Pratagy, realocando os outros setores para estes prédios.

LUCRO HISTÓRICO

Segundo Humberto Carvalho, os/as trabalhadores/as da CASAL tiveram uma atuação excepcional em 2020, quando mesmo com a pandemia, quando a empresa passou um período sem poder realizar cortes e sem reajuste tarifário, a empresa teve lucro histórico. O Sindicato agradeceu o reconhecimento da direção da empresa e avisou que ele precisa se concretizar em reajuste salarial, no próximo acordo coletivo.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados