Casal e Equatorial assinarão novo contrato que aumentará a distribuição de água para os municípios do Sertão

Casal e Equatorial assinarão novo contrato que aumentará a distribuição de água para os municípios do Sertão

Por Ascom Casal | Edição do dia 25 de março de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Em reunião realizada pela Defensoria Pública do Estado (DPE/AL) nessa quarta-feira, 24, a Companhia de Abastecimento de Água e Saneamento do Estado de Alagoas (Casal) e a Equatorial Energia Alagoas se comprometeram em assinar, ainda nesta semana, um contrato que prevê o aumento da distribuição de energia elétrica que possibilitará que as bombas de captação de água localizadas na cidade de Pão de Açúcar passem a funcionar durante 24 horas.

A Equatorial se comprometeu a concluir, até o próximo dia 2, obras no setor de captação de água capaz de aumentar, com segurança, a distribuição de energia elétrica necessária para o funcionamento ininterrupto das bombas de captação de água.

Já a Casal, informou que, com a medida, haverá o incremento de distribuição de água na ordem diária de 5.600m3, o que representa volume de água suficiente para abastecer uma cidade com 50 mil habitantes.

A Defensoria Pública também oficiará o Ministério Público e a Secretaria de Segurança Pública Estadual, a fim de cobrar medidas enérgicas dos referidos órgãos no sentido de investigar os grandes furtos de água na região.

“A Defensoria Pública apurou durante as reuniões ocorridas neste ano, que a grande quantidade de água captada acaba sendo furtada e utilizada para o enchimento de barragens, e irrigações ilegais, causando enormes prejuízos à população que necessita da água para a realização de suas atividades básicas, inclusive, as de higiene pessoal, tão necessária para o combate ao coronavírus”, ressaltaram os defensores públicos presentes na reunião dessa quarta-feira.

Desde 2016

A situação de desabastecimentos prolongados, que prejudica cidadãos de diversos municípios desde 2016, vem sendo discutida nas últimas semanas, após atuação da Defensoria Pública e ingresso de ação civil pública, que resultou na determinação judicial à Casal, para que adote medidas imediatas para sanar o problema.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados