Casal e Agreste Saneamento trabalham na retirada de vazamento em adutora do Sistema Coletivo

Tubulação de 400 milímetros de diâmetro apresentou rompimento em trecho coberto por um riacho, o que dificultou a localização

Casal e Agreste Saneamento trabalham na retirada de vazamento em adutora do Sistema Coletivo

Tubulação de 400 milímetros de diâmetro apresentou rompimento em trecho coberto por um riacho, o que dificultou a localização

Por Assessoria | Edição do dia 29 de maio de 2022
Categoria: Alagoas | Tags: ,,


Profissionais da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e da empresa parceira Agreste Saneamento trabalham, neste domingo (29), na retirada de um vazamento em uma adutora integrante do Sistema Coletivo do Agreste, o qual abastece várias cidades da região, incluindo os bairros da parte baixa de Arapiraca.

Esse vazamento, localizado no sítio Massapê, entre Lagoa da Canoa e Arapiraca, estava retirando pressão da água na rede e, assim, causando desabastecimento na região.

Outro fator também contribuiu para isso: as chuvas intensas dos últimos dias carregaram muitos sedimentos e lama para a água bruta que fica no manancial, que é o Rio São Francisco. Assim, foi preciso reduzir a quantidade de água captada e enviada para a Estação de Tratamento (ETA), a qual também precisou de mais tempo para tornar o líquido apropriado para distribuição e consumo.

O trabalho de localização do vazamento começou ainda na semana passada, mas foi prejudicado pelas chuvas dos últimos dias, que dificultaram o acesso a vários trechos por onde a tubulação está implantada. Porém, na tarde desse sábado (28), o vazamento foi encontrado. No local, passa um riacho que, por conta das chuvas, estava com o nível elevado, encobrindo a adutora e o vazamento.

Como a adutora tem 400 milímetros de diâmetro e o trecho rompido está localizado em um ponto alagado do riacho, o trabalho de manutenção é considerado complexo. As equipes seguem no local e, tão logo o serviço seja concluído, a tubulação vai recuperar a pressão necessária para regularizar o abastecimento das áreas afetadas de maneira gradativa.

Recebem água tratada do Sistema Coletivo do Agreste, cuja captação e ETA ficam em São Brás, a parte baixa de Arapiraca e as seguintes cidades: São Brás, Olho D’água Grande, Campo Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande e Coité do Nóia.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados