Casal de idosos diz que teve residência invadida pela polícia durante operação

Mandado de busca teria sido expedido com endereço errado; casa foi revirada e disparos foram efetuados por policiais

Por Assessoria | Edição do dia 4 de setembro de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias


Um casal de idosos de União dos Palmares, no interior do Estado, alega ter sido surpreendido, na manhã desta sexta-feira (4), por policiais em sua residência portando um mandado de busca e apreensão. Segundo eles, a casa foi revirada e disparos chegaram a ser efetuados no local.

Alexandre Lima, advogado do casal, afirma que o mandado foi expedido no contexto da operação integrada que ocorreu contra uma organização criminosa vinculada ao tráfico de drogas na cidade.

O casal teria ficado extremamente nervoso e assustado com a ação. Segundo o advogado, com medo, a senhora não teria conseguido ir à delegacia, e o marido dela, de 66 anos, que só se locomove de cadeira de rodas e sofre com problemas de estresse, estava acamado durante a ação.

Vidraças, fechaduras, vasos e quadros teriam sido quebrados durante a batida. Tiros também teriam sido disparados em direção ao forro de PVC da residência. “Eles são os únicos moradores daquele endereço. Após toda a confusão, os policiais perceberam que aquele não era o endereço onde deveriam estar, pediram desculpas e desejaram que tudo ficasse bem com o casal”, disse o advogado.

Agora, eles procuram a Delegacia Geral da Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), em Maceió, para buscar explicações. A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas, afirmou que iria acompanhar o caso. Eles pretendem acionar a Ouvidoria da Polícia Civil e da Polícia Militar, caso militares estejam envolvidos na batida.

Imagens do dano à residência foram registradas pelo casal, que pretende usá-las na defesa. Informações preliminares e extraoficiais dão conta de que o endereço dos suspeitos era a casa em frente à do casal, mas o mandado informava o número errado.

Procurada, a Polícia Civil afirmou que, por se tratar de uma operação conjunta, não irá se posicionar até ser confirmado que os policiais em questão eram da corporação. A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL) afirmou que irá averiguar as denúncias e se pronunciará posteriormente.

A operação

A operação deflagrada, nesta sexta-feira (4), pela Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL), tem 26 mandados, sendo 13 de prisão e 13 de busca e apreensão, na cidade de União dos Palmares. Dez pessoas foram presas ao todo.

Armas, drogas e munições foram apreendidas com os suspeitos, que foram encaminhados para a sede da Delegacia Especial de Investigação e Captura (Deic) da PC/AL. A operação envolveu diversas divisões da Polícia Civil e do 2º Batalhão de Polícia Militar de Alagoas.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados