Candidato a vice-prefeito da Laje denuncia ameaça de morte contra ele

Por Assessoria | Edição do dia 11 de novembro de 2020
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,


O candidato a vice-prefeito Flávio Catão

O candidato a vice-prefeito de São José da Laje, Flávio Catão, foi ameaçado de morte pelo vereador Júnior Valença, tio do atual prefeito Rodrigo Valença. Segundo Flávio, terça-feira, 10, ele foi à Secretaria Municipal de Ação Social porque recebeu denúncia da entrega de cestas básicas em troca de votos para o vereador e para a candidata a prefeita Vanessa. “Intimidaram nossa equipe, o vereador Júnior Valença disse que estava armado e que me mataria, e a secretária de Ação Social, Carly Valença, de forma truculenta me xingou com palavras de baixo calão”, disse Flávio.

Carly Valença, secretária municipal de Assistência Social é mãe do prefeito Rodrigo Valença e irmão do vereador Júnior Valença, acusado de ameaçar de morte Flávio Catão. Carly já foi vereadora, mas condenada pela lei da ficha limpa não pode mais se candidatar, e lançou o irmão. Flávio já prestou queixa contra o vereador e denunciou à Justiça Eleitoral a manipulação desse fato pelos seus adversários nas redes sociais. “Sou um homem de paz, não há histórico de violência e de crimes de morte ou corrupção em minha família, sou um policial penal, tenho porte de arma, mas nunca usaria disso para intimidar ou agredir quem quer que seja”, enfatizou.

Flávio Catão afirmou que sua presença na secretaria foi como cidadão que tem direito a fiscalizar o poder público, e como candidato temendo abuso político e econômico do grupo liderado por Neno da Laje, ex-prefeito que foi preso pela polícia federal e acusado de corrupção na Operação Gabiru, em 2005. “Queremos, eu e a candidata à prefeita Noemi Lyra, devolver ao povo da nossa cidade dignidade, cidadania e paz”, assegurou, Catão.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados