Caixa e Sebrae garantem R$ 7,5 bilhões em crédito para pequenos negócios

Caixa e Sebrae garantem R$ 7,5 bilhões em crédito para pequenos negócios

Por Robson Muller – Assessoria | Edição do dia 21 de abril de 2020
Categoria: Brasil, Notícias | Tags:


Foto: Reprodução / Internet

Durante uma coletiva de imprensa realizada virtualmente na manhã desta segunda-feira (20), a Caixa Econômica Federal e o Sebrae Nacional anunciaram uma parceria que ampliará o acesso de pequenos negócios as operações de crédito. O anúncio, que contou com as participações do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e do presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, foi feito após a assinatura de um convênio firmado entre as instituições, na última quinta-feira (16).

Com o objetivo de reduzir os impactos provocados pela crise do novo coronavírus na cadeia de pequenos negócios do país, o acordo da Caixa com o Sebrae garantirá R$ 7,5 bilhões em crédito para microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP).

O convênio assegura a utilização de linhas de crédito disponibilizadas pela Caixa e de garantias complementares concedidas pelo Sebrae, por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe). Além disso, microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte poderão contar, também, com a orientação do Sebrae, que disponibilizará consultoria, capacitações e tutoriais ao longo de todo o processo de solicitação de empréstimo e de aplicação de recursos.

Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a falta de acesso a operações de crédito é uma das principais dificuldades dos pequenos negócios, neste momento de crise econômica. “Um dos maiores obstáculos no acesso ao crédito pelos pequenos negócios é a exigência de garantias feita pelas instituições financeiras. Nesse sentido, o Fampe funciona como um salvo-conduto, que vai permitir aos pequenos negócios, incluindo até o microempreendedor individual, obterem os recursos para capital de giro, tão necessários para atravessarem a crise provocada pela pandemia do coronavírus, mantendo os negócios e os empregos”, explica.

A parceria entre as instituições é um desdobramento da Medida Provisória 932/20, publicada em 31 de março. A MP estabelece que, até o mês de junho, metade da arrecadação do Sebrae seja utilizada para fortalecer o Fampe, garantindo, dessa forma, um crescimento nas operações de crédito com taxas mais baixas, maior prazo e melhor período de carência.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, defende que a sobrevivência dos pequenos negócios é essencial para a economia e que a parceria tem o objetivo de apoiá-los em meio à crise.  “A Caixa, enquanto banco público tem a missão de dedicar uma atenção especial a este cliente que gera tantos empregos no país. Através da parceria, a Caixa disponibilizará melhores condições de taxas, prazo e carência, de forma a atender a demanda por crédito do setor”, disse o presidente.

Os valores de empréstimos solicitados são definidos a partir do porte do negócio: microempreendedores individuais poderão solicitar até R$ 12,5 mil em crédito. Já as microempresas poderão solicitar até R$ 75 mil e as empresas de pequeno porte até R$ 125 mil.

As contribuições do Sebrae em Alagoas

O Sebrae em Alagoas já está em articulação para colocar em prática as ações relacionadas ao acordo firmado com a Caixa para ampliar o acesso às linhas de crédito pelos pequenos negócios. O economista e analista da Unidade de Gestão Estratégica da entidade, Fábio Leão, explica que, no momento da solicitação do empréstimo, o Fampe poderá complementar as garantias exigidas pelo banco em até 80% do valor financiado.

“Para utilizar o Fundo, as empresas pagam uma taxa que pode ser inserida no financiamento no mesmo período que foi aprovado pelo banco. Assim, como os clientes conseguem comprovar as garantias exigidas pelos bancos, o crédito tende a ser liberado com mais facilidade e rapidez. O Fampe tem o papel, portanto, de ampliar os empréstimos a serem liberados”, informou.

Ainda de acordo com o analista, além de ampliar o acesso às linhas de crédito, a parceria vai permitir que empreendedores beneficiados com as operações de financiamento sejam acompanhados e orientados pelo Sebrae em Alagoas.

“Inicialmente, faremos treinamentos e atendimentos empresariais para difundir as informações sobre o Fampe, a forma de contratação e as orientações sobre como contratar e como utilizar os recursos solicitados aos bancos. Depois da contratação do crédito junto aos bancos, o Sebrae Alagoas acompanhará as empresas “fampeadas”. Isso quer dizer que faremos um acompanhamento de perto sobre a saúde financeira da empresa e a gestão organizacional para que a empresa não tenha dificuldades para honrar com os pagamentos do financiamento junto aos bancos”, explicou Fábio Leão.

O analista do Sebrae em Alagoas explica, ainda, que durante todo o processo de orientação e aplicação do recurso do empréstimo serão utilizadas ferramentas para análise de fluxo de caixa, avaliação de custos e ampliação de vendas. “Fecharemos nosso atendimento com o pagamento e encerramento dos contratos e início de um novo ciclo de investimentos. No caso de inadimplência, ajudaremos os bancos no contato com os clientes para que a honra dos empréstimos seja concretizada”, informou.

Para Fábio Leão, neste momento de instabilidade, o acompanhamento do Sebrae será extremamente importante para a sobrevivência de pequenos negócios. “Estaremos sempre ao lado das empresas para que elas tenham confiança em seus negócios para investirem de maneira planejada e transparente. As empresas terão informação de qualidade e possibilidade concreta de complementação das garantias para acesso ao crédito”, ressaltou.

Atendimento remoto

O gerente de Relacionamento Empresarial do Sebrae em Alagoas, Marcos Alencar, destaca que neste momento de isolamento social devido ao Coronavírus, os empresários da pequena empresa podem contar com o Sebrae. “Toda a equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, além disso, pode contar com a nossa estrutura de cursos online e gratuito do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos”.

Alencar destaca que o empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos, como o portal sebrae.com.br/alagoas, 0800 570 0800, Telegram t.me/sebraealagoas, WhatsApp (82) 99999-5519, Chat e e-mail fale.sebrae.com.br, Instagram @sebraealagoas, Twitter @sebraealagoas, Facebook /SebraeAlagoas, Youtube @sebraealagoas e o LinkedIn sebraealagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados