Cadastro de mototaxistas de Maceió segue até sexta (26)

Regulamentação busca garantir segurança aos maceioenses que utilizam essa modalidade de transporte

Cadastro de mototaxistas de Maceió segue até sexta (26)

Regulamentação busca garantir segurança aos maceioenses que utilizam essa modalidade de transporte

Por Assessoria | Edição do dia 24 de novembro de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,


Para efetivar o cumprimento da lei municipal 6.931/2019, que dispõe sobre a regulamentação do serviço de mototáxi em Maceió, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) iniciou um mutirão de cadastro. A ação acontece na sede do órgão, situada na Avenida Durval de Góes Monteiro, 829, das 8h às 16h e segue até a próxima sexta-feira (26). Para o atendimento, não é necessário nenhum tipo de agendamento.

Mototaxistas precisam comparecer à SMTT para efetuar o cadastro. Foto: Juliana Angelina.

Erasmo Gomes, que transporta passageiros há 12 anos, destaca que a regulamentação vai garantir mais confiança aos maceioenses. “É uma grande vitória para a categoria esse reconhecimento do nosso trabalho. Ela vai proporcionar segurança e respeito por parte dos passageiros. Quando a gente passar a ter nossa numeração, até mesmo em casos de denúncias de má conduta de um profissional, ele vai responder pelo ato de estar fazendo o serviço errado. então isso é muito importante”, disse.

“Com essa regulamentação, nós vamos trabalhar e os passageiros vão ter mais segurança na gente, pois o mototaxista tem que estar identificado e a gente vai ter essa identificação, tanto com o órgão público que é a Prefeitura como a nossa identificação pessoal”, acrescentou Cícero Rodrigues, que atua como mototaxista há quatro anos.

Os mototaxistas devem comparecer à SMTT munidos de originais e cópias das certidões criminais estadual, federal e de quitação militar e eleitoral; além da certidão que comprove adesão ao sindicato. Também é necessária a apresentação do certificado do curso de mototaxista, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apta para transporte remunerado, Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), comprovante de residência atualizado no nome do permissionário, duas fotos 3×4, Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) e apólice de seguro.

“Para incentivar a adesão da categoria, já tomamos uma série de medidas, a exemplo da redução de taxas e da prorrogação de prazos. Outra demanda da categoria, viabilizada pela SMTT, estava relacionada aos procedimentos necessários para a regulamentação concentrados em um só lugar. Desta forma, fizemos um chamamento para empresas interessadas, a exemplo de clínicas, concessionárias e gráficas. Para que o procedimento seja realizado de forma mais rápida, para que mais mototaxistas estejam regularizados”, destacou o titular da SMTT, André Costa.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados