, Quinta-Feira - 18 de Julho de 2019

 

Braskem oferta cursos para profissionais da Química e do Plástico

Assessoria / 10:52 - 12/03/2018

Aulas serão ministradas no Senai unidade Tabuleiro


Com o objetivo de fortalecer cada vez mais a Cadeia Produtiva da Química e do Plástico (CPQP) no estado,começam a partir da próxima segunda-feira (12), cursos gratuitos para profissionais das empresas que integram este segmento. As aulas serão ministradas no Senai Tabuleiro e vão atender, prioritariamente, pequenas empresas associadas ao Sindicato das Indústrias de Plástico e Tinta de Alagoas (Sinplast), em capacitações selecionadas de forma estratégica para atender as demandas de qualificação de mão de obra para a cadeia produtiva da química e do plástico.

Os cursos oferecidos  serão de ‘Operador de Injetora e Extrusora de Plástico’, ‘Manutenção de Máquinas Termoplásticas’ e ‘Formulação de Matéria-prima de PVC’, sendo que estes dois últimos são capacitações inéditas no estado de Alagoas. As aulas serão ministradas ao longo de três meses – com exceção  ao curso referente   ao PVC, que possui 40 horas/aula.

“Esses cursos foram identificados após uma visita às empresas do Sinplast que compõem a Cadeia Produtiva da Química e do Plástico e apontados como prioridades entre as suas demandas. A turma de Manutenção, por exemplo, que vai ter aulas práticas na operação das máquinas, foi a primeira a ser fechada”, revelou Ricardo Cavalcante, coordenador de Educação do Centro de Educação Profissional Napoleão Barbosa (CEP/NB), no Senai Tabuleiro.

O convênio de cooperação entre Braskem, Sebrae e Sinplast que permite a realizacão destes cursos já existe desde 2005 e foi renovado no ano de 2017, para desenvolver ações técnicas e gerenciais voltadas ao aumento da qualidade, competitividade e produtividade das pequenas indústrias do setor de química e do plástico do município de Maceió e entorno.

Esta é a primeira atividade prática do convênio em 2018, que ainda prevê ações de desenvolvimento técnico na gestão empresarial, fortalecimento das redes empresariais e entidades de classe da cadeia, acesso dos pequenos negócios aos mercados, e incentivo a adoção de políticas corporativas dentro da cadeia produtiva.


Comentar usando