Braskem doa hipoclorito de sódio para comunidades indígenas

Produto vai garantir água potável e higienização em 29 aldeias de Alagoas e Sergipe

Braskem doa hipoclorito de sódio para comunidades indígenas

Produto vai garantir água potável e higienização em 29 aldeias de Alagoas e Sergipe

Por Assessoria | Edição do dia 5 de julho de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,


A Braskem está doando 3,5 toneladas de hipoclorito de sódio para comunidades indígenas de Alagoas e Sergipe. A ação beneficia diretamente a vida de quase 13 mil pessoas nas 29 aldeias que compõem o Distrito Sanitário Especial Indígena de Alagoas e Sergipe (DSEI AL-SE). A entrega do produto químico vai colaborar para o tratamento da água consumida nas comunidades e para o reforço da higienização exigido pela pandemia da covid-19.

“A doação faz parte de uma série de ações de solidariedade desenvolvidas pela Braskem em todos os estados onde suas unidades estão instaladas. Nesta ação estamos disponibilizando produto produzido no Estado importante para limpeza e tratamento da água. Estamos unindo esforços para ajudar a minimizar os efeitos da pandemia principalmente em Alagoas, onde temos uma atuação de quatro décadas e um compromisso com o desenvolvimento social e econômico”, explica Milton Pradines, gerente de Relações Institucionais da Braskem em Alagoas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Água potável nas aldeias

A entrega do hipoclorito atende a um pedido do Distrito Sanitário Especial Indígena de Alagoas e Sergipe que aponta o aumento considerável do consumo de hipoclorito de sódio desde o início da pandemia da covid-19 e a consequente baixa no estoque. Os três mil litros do produto vão ajudar a garantir a potabilidade da água nos sistemas de abastecimento das 29 comunidades indígenas que integram o Distrito.

O produto será entregue ao DSEI AL-SE, de onde será distribuído para aldeias de 16 etnias distintas, nos municípios de Água Branca, Feira Grande, Inhapi, Joaquim Gomes, Palmeira dos Índios, Pariconha, Porto Real do Colégio, São Sebastião e Traipu no estado de Alagoas, além da aldeia Ilha de São Pedro, de etnia Xocó, localizada no município de Porto da Folha/SE. Segundo dados do Distrito, 12.741 indígenas serão contemplados.

Solidariedade

A Braskem integra a rede de esforços que busca minimizar os impactos da pandemia da covid-19 na vida das pessoas em situação de maior vulnerabilidade. Até o final deste mês de junho, a empresa está distribuindo 48 mil cestas básicas, 25 mil kits de limpeza e três toneladas de hortifrutis nas comunidades próximas às suas instalações em todo o Brasil. Em Alagoas, 12.070 kits de higiene e 12.070 cestas básicas, chegam a 6.035 famílias em Maceió e Marechal Deodoro. A companhia destinou, ao todo, R$ 15 milhões para iniciativas e parcerias em diversos estados do Brasil.

Em 2020, a Braskem ajudou a montar um centro de triagem de covid-19 em Maceió. Além disso, promoveu a doação de 8 toneladas de hipoclorito para produção 30 mil litros de água sanitária, e distribuiu kits de higiene para mais de 12 mil famílias e cestas básicas para cooperativas de reciclagem de resíduos, em Maceió e Marechal. Ainda em 2020, a empresa doou no Brasil cerca de R$ 8 milhões e se juntou a parceiros da cadeia da química e do plástico para doar materiais essenciais para o combate ao novo coronavírus nos hospitais da rede pública. A companhia doou resina termoplástica para produzir mais de 35 milhões de máscaras, mais de 810 mil aventais e dois milhões de protetores faciais. Doou também material para fabricação de embalagens para 1,2 milhão de litros de álcool líquido e em gel, além de 18 mil caixas de hipoclorito para diluição ou uso como água sanitária e mais de 150 mil sacos plásticos para lixo hospitalar.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados