Brasil reconhece Jeanine Áñez como presidente interina da Bolívia

Jeanine Áñez assume governo boliviano de forma interina após renuncia de Evo Morales

Brasil reconhece Jeanine Áñez como presidente interina da Bolívia

Jeanine Áñez assume governo boliviano de forma interina após renuncia de Evo Morales

Por | Edição do dia 13 de novembro de 2019
Categoria: Internacional, Notícias | Tags: ,,,,


O governo brasileiro reconheceu a senadora Jeanine Áñez como a presidente interina da Bolívia, após a renúncia de Evo Morales, e disse desejar “aprofundar a fraterna amizade” com o país. O comunicado foi feito na conta oficial do Ministério das Relações Exteriores no Twitter.

“O governo brasileiro congratula a Senadora Jeanine Añez por assumir constitucionalmente a Presidência da Bolívia e saúda sua determinação de trabalhar pela pacificação do país e pela pronta realização de eleições gerais. O Brasil deseja aprofundar a fraterna amizade com a Bolívia”, informa o tuíte.

 Áñez se declarou a nova presidente em uma sessão para discutir a sucessão de Evo Morales na Bolívia, realizada nessa terça-feira (12/11/2019). Na ocasião, não houve quórum para decidir a situação. “Assumo de imediato a presidência e me comprometo a assumir todas as medidas necessárias para pacificar o país”, disse Jeanine no Senado.

Segunda vice-presidente da Casa, Jeanine tomou a decisão após Evo Morales e o vice, Álvaro García Linera, a presidente do Senado, Adriana Salvatierra, e o presidente da Câmara dos Deputados, Victor Borda, que seriam os próximos na linha de sucessão, renunciarem.

Evo Morales renunciou à Presidência da Bolívia no último domingo (10/11/2019), após um relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA) apontar que houve fraude nas eleições gerais realizadas em 20 de outubro.

O agora ex-presidente perdeu apoio das Forças Armadas, que o pressionaram para deixar o cargo.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados