Biblioteca Pública Estadual lança projeto “Coco, memória e cordel”

Atividade têm finalidade repassar os conhecimentos do mestre Jorge Calheiros

Por | Edição do dia 7 de outubro de 2015
Categoria: Alagoas, Notícias


A iniciativa tem como finalidade repassar a sabedoria popular (Foto: Arquivo Tércio Cappelo)

A iniciativa tem como finalidade repassar a sabedoria popular (Foto: Arquivo Tércio Cappelo)

A Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos, equipamento da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), lançou o projeto “Coco, memória e cordel”, com o cordelista e Patrimônio Vivo Jorge Calheiros.

A iniciativa tem como finalidade repassar a sabedoria popular do mestre Jorge Calheiros através da musicalização do ritmo coco com o cordel. Segundo a diretora da Biblioteca Pública Estadual, “é uma ação de grande importância para a cultura alagoana, principalmente por perpetuar a memória do Patrimônio Vivo para outras gerações”.

“É um prazer estar realizando este trabalho. Como sou Patrimônio Vivo tenho a obrigação de repassar minha sabedoria para a população e vi na Biblioteca um espaço para alcançar um público maior”, destaca.
Durante as aulas, os alunos aprendem a escrever poesias e cordéis, a fazer a embolada e a tocar o pandeiro. As atividades acontecem todas as segundas, quartas e sextas-feiras, às 14h.

Para participar do projeto os interessados devem comparecer à Biblioteca Pública Estadual no horário e dias agendados.

A biblioteca

A Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos está localizada no centro de Maceió e funciona de segunda a sexta, no horário das 9h às 17h, sem intervalo para almoço. O espaço conta com atendimento telefônico para agendamento de visitas, pelo número: 3315-7877.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados