Bando preso em Belo Monte preparava assalto a banco

Operação terminou com 4 bandidos presos e 2 mortos; um policial do BOPE foi ferido

Bando preso em Belo Monte preparava assalto a banco

Operação terminou com 4 bandidos presos e 2 mortos; um policial do BOPE foi ferido

Por | Edição do dia 1 de outubro de 2016
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,,


Quatro presos, dois mortos e um policial do BOPE ferido foi o saldo de uma operação do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) com as polícias Militar e Civil nas primeiras horas desta sábado (01), no município de Belo Monte, sertão do estado. Após meses de investigação, as forças de segurança prenderam o bando, ligado a roubos a banco e casos de homicídio.

O Gecoc e a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) investigavam a organização criminosa há três meses por envolvimento de crimes de roubo a banco e pistolagem. O bando, segundo as investigações, estaria planejando um assalto a banco para a sexta-feira da próxima semana.

Quando a polícia abordou a casa onde o bando estava, os criminosos responderam com tiros. No confronto, foram mortos Fabrício Barbosa dos Santos e Emanuel Messias de Melo Araújo, mais conhecido como Emanuel Boiadeiro. Segundo informações, eles seriam seguranças do atual prefeito de Belo Monte, Avanio Feitosa.

De acordo com o Gecoc, foram eles quem dispararam os tiros que atingiram um policial do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), sem gravidade, que participava da operação. O PM foi socorrido na Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca.

Foto: cortesia/Whatsapp

Foto: cortesia/Whatsapp

Ao fim da operação, foram presas quatro pessoas: Ricardo Alves dos Santos (também acusado de homicídios), Arnaldo dos Santos da Rocha, Ediledson Soares Melo e Juliano Rodrigues de Lima – mais conhecido como Branco Boiadeiro. Com eles foram apreendidos um fuzil calibre 762, dois revólveres e munições.

Fabrício Barbosa possuía mandados de prisão em Sergipe por receptação.  Já Ediledson Soares Melo chegou recentemente de São Paulo e a situação dele no estado está sendo apurada. Ricardo Alves e Emanuel Boiadeiro tinham mandados em Alagoas.

Segundo os investigadores, Emanuel Boiadeiro era assaltante de banco e já matou dois PMs, um em Batalha e outro na Bahia. Ainda era suspeito do assassinato contra um promotor de Justiça em Pernambuco.

Junto ao Gecoc e DRN, participaram da operação com Gecoc e DRN, agentes da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) e do Serviço de Inteligência da Polícia Militar.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados