Avante adota estratégia em AL na formação de um elenco coletivo visando eleger deputados

Avante adota estratégia em AL na formação de um elenco coletivo visando eleger deputados

Por Edmilson Teixeira | Edição do dia 30 de maio de 2022
Categoria: Alagoas, Política, Ultimas Notícias | Tags: ,,,


Quem vem apostando numa campanha marcante em Alagoas agora em 2022, sobretudo com a renovação do comando do partido em nosso Estado, é o Avante. Trata-se de uma agremiação partidária, que agora tem sido oxigenada por um novo formato de administração, cuja presença do experiente advogado, Adeilson Bezerra, tido como o imbatível em nosso Estado na formação de coligação, ele que optou para ficar na condição de vice, tendo o ex-deputado Marçal Fortes como presidente,  promete brigar por vagas na Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

Adeilson Bezerra conquistou o Avante em Alagoas, até então comandado pelo senador Collor (Foto: Reprodução)

Pois de olho na Câmara Federal, o Avante vem investindo em quatro professores que têm se destacado  politicamente na rede pública e privada; como  Gustavo Pessoa, que em 2016 chegou a disputar a Prefeitura de Maceió, pelo PSOL, além de Daividy  Carlos, Kedimo Peixão e Ayrton Farias, todos oriundos de partidos de esquerdas. “A estratégia nossa consiste em adotar uma candidatura coletiva, visando disputar um mandato para federal” abreviou Adeilson Bezerra.  

“Num momento em que as ciências humanas sofrem um ataque sistemático e a Reforma do Ensino Médio fortalece um modelo de educação tecnocrática na qual os jovens são desestimulados a pensar e refletir sobre o mundo no qual estão inseridos. É, sobretudo nesse momento, que o Avante apresenta uma candidatura coletiva formada por professores da Rede Pública e Privada na disputa por um mandato na Câmara Federal” pontuou o professor Kedimo Paixão. 

Outros 

Entre as novidades que o partido Avante está anunciando também para as eleições deste ano, certamente na disputa por vagas na Assembleia Legislativa, podemos destacar os nomes dos jovens acadêmicos de Direito,  Thiago Toledo e Caio Lima. Ambos deixaram o PDT aqui em Alagoas liderado pelo vice-prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa, a fim de se atrelar a uma agremiação partidária, sobretudo que oferecesse uma maior assistência pessoal e apoio de um modo geral na condição de integrante do partido. 

“Temos o que essa turma do dinheiro não tem: disposição para estudar os problemas do nosso Estado e quais atores políticos que são favorecidos por esses problemas. Iremos chamar nossa gente para o jogo – se for preciso e certamente será – vamos constranger quem usa do sofrimento e das mazelas sociais para perpetuar seus privilégios”, pontuou o garotão de 23 anos Thiago Toledo; que na eleição passada pelo PDT disputou uma vaga de vereador por Maceió, obtendo 837 votos. 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados