Avança Escola 10 movimenta Arapiraca com protagonismo juvenil e troca de experiências

Evento reuniu cerca de dois mil alunos em uma ação que trouxe reflexão e conhecimento visando o benefício do ensino-aprendizagem em Alagoas

Avança Escola 10 movimenta Arapiraca com protagonismo juvenil e troca de experiências

Evento reuniu cerca de dois mil alunos em uma ação que trouxe reflexão e conhecimento visando o benefício do ensino-aprendizagem em Alagoas

Por Redação com assessoria | Edição do dia 22 de dezembro de 2021
Categoria: Alagoas, Educação | Tags: ,,,


A caravana Avança Escola 10, na 4ª edição, que foi realizada no dia 16, no Agreste do estado, reuniu cerca de dois mil estudantes e profissionais da rede pública de ensino para trocar experiências e conhecimentos, através de atividades como feira de ciências, palestras, músicas, apresentações culturais e projetos.

Foto: Thiago Ataíde.

“Trazer uma edição do Avança para Arapiraca e toda região da 5º GERE foi um momento único de colaboração intensa entre as escolas de todo o Agreste. Alunos, professores e servidores compartilharam as experiências boas de cada um e celebraram os avanços rede pública estadual. Nunca se investiu tanto na educação pública alagoana e esse evento é todo especial por ser esse encontro onde alunos e professores partilham desse momento único e reforçam a importância de todos os nossos programas em andamento e em como isso tem transformado a realidade de quem ama e faz a educação de Alagoas”, destacou o Secretário de Estado da Educação, Rafael Brito.

Durante o encontro, o governador Renan Filho e o secretário Rafael Brito promoveram a assinatura de entrega de ônibus escolares e caminhões frigoríficos para atender estudantes de Arapiraca, além do lançamento do programa Kit de combate à pobreza menstrual às alunas da rede estadual e a divulgação em primeira mão da data de pagamento do programa Cartão Escola 10, que terá o seu início dia 27 deste mês.

Programações variadas e simultâneas

Em um dia inteiro repleto de atividades, o evento foi distribuído em seis espaços diferentes pela unidade de ensino, contando com shows de talentos, cine educativo, música, workshops e stands de games. A abertura foi feita com a palestra Projeto de Vida: Reflexões no contexto das juventudes do Ensino Médio, com o professor e psicólogo, Daniel Melo Macedo.

Sob a apresentação de Fernando Perón, o encontro trouxe ainda a palestra sobre empreendedorismo com o Careca, empresário de uma das maiores redes de sanduíches de Alagoas. Além disso, ainda houveram palestras sobre os programas Cartão Escola 10, Vem Que Dá Tempo e Professor Mentor.

Entre Pincéis e Tintas

Na Escola Estadual de Educação Básica Professor José Quintella Cavalcanti, o projeto de pintura “Entre pincéis e tintas: Desenvolvendo o artista que há dentro de você”, foi uma das várias propostas de ação que fomentou não só a aprendizagem, mas a criatividade e o potencial artístico dos alunos.

“A questão da pintura em sala de aula é um dos temas que vem ganhando força. Nosso maravilhoso projeto foi lançado com o intuito de desenvolver um artista. A partir disso, pude estimular os alunos a produzir belíssimas obras de arte”, explicou Isana Nunes, professora de artes.

A professora, que também é coordenadora do projeto, falou da alegria em descobrir talentos entre os alunos. “Tem alunos que fizeram parte desse projeto de pintura que trouxeram traços inovadores que precisam ser explorados. Nossa aluna, a Carol, é uma de nossos talentos que merece ir além, porque sabemos o quanto ela é diferenciada”, pontuou Isana.

Visibilidade à cultura afro-brasileira

No dia 20 de novembro foi comemorado o dia da Consciência Negra, data que representa a luta e a resistência da população negra. Pensando nisso, a aluna Lorena Gabriele, 17, da Escola Estadual de Educação Básica Manoel de Lúcio da Silva, trouxe ao Avança elementos desenvolvidos em sala de aula como uma forma de expressão artística no intuito de expor a representatividade da cultura afro-brasileira, que apesar de muito rica, tornou-se pouco explorada na sociedade.

“A finalidade deste projeto é expor que a cultura negra, representada ao longo desses anos, não morra dentro de nós. Portanto, o intuito aqui foi buscar mais reconhecimento e trazer visibilidade através das belezas que estão ocultas e por muitas vezes, não chegam a ser conhecidas”, contou Lorena, estudante do ensino médio.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados