Aumento de matrículas e valorização de profissionais e estudantes marcam 2021 na Educação

Iniciativas promovidas pela Prefeitura de Maceió e pela Secretaria Municipal de Educação resultaram em aumento significativo no número de estudantes matriculados na rede municipal

Aumento de matrículas e valorização de profissionais e estudantes marcam 2021 na Educação

Iniciativas promovidas pela Prefeitura de Maceió e pela Secretaria Municipal de Educação resultaram em aumento significativo no número de estudantes matriculados na rede municipal

Por Assessoria | Edição do dia 25 de dezembro de 2021
Categoria: Maceió


Priorizar a educação é, certamente, uma dos planejamentos da Prefeitura de Maceió e isto vem sendo refletido nas ações promovidas pela gestão, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Foram inúmeros os avanços promovidos durante todo o ano de 2021, que vão desde o aumento de números de matrículas, apresentação de dados com o Painel dos Indicadores Educacionais, criação do Bolsa Escola Municipal, nomeações, valorização dos profissionais da educação do município, até uma intensa atuação na melhoria estrutural dos equipamentos educacionais.

Para que uma verdadeira revolução no cenário da educação municipal fosse proporcionada, foi necessário viabilizar melhorias internas. O distanciamento entre a gestão central e equipes gestoras das unidades educacionais deu lugar para a promoção do diálogo, com um canal de comunicação estreitado e visitas recorrentes a mais da metade das escolas que compõem a rede municipal, até o momento.

BEM atendeu mais de 53 mil estudantes da rede municipal de ensino. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió
BEM atendeu mais de 53 mil estudantes da rede municipal de ensino. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió

Os primeiros resultados logo surgiram, com um crescimento de quase 10% no número de matrículas, que estava em redução significativa nos últimos anos. A interação intensa com as direções das escolas, um trabalho minucioso de busca ativa e a promoção de inovações tecnológicas, como a realização das matrículas por meio do WhatsApp, estão entre os maiores responsáveis desta melhoria expressiva de um aumento de quase 5 mil matrículas, quando comparado ao ano de 2020.

Seguindo com o propósito de aumentar o número de estudantes matriculados na rede municipal de ensino, a Prefeitura de Maceió lançou o Bolsa Escola Municipal (BEM), maior programa de transferência de renda da história do município de Maceió. Foram seis parcelas com valores de R$ 70,00 a R$ 300,00 pagos às famílias dos estudantes matriculados na rede.

Gilberto da Silva, avô de Kelly da Silva Alves, estudante do 5º ano da Escola Municipal Nosso Lar I, agradeceu o benefício e disse que o valor ofertado ajudou nas contas de casa. “O dinheiro que nós recebemos do BEM ajudou muito em casa. Deu para comprar muitas coisas para minha neta, fazer uma feira e ajudá-la com algumas outras coisas. Nós gostamos muito do trabalho feito na Escola Nosso Lar”, disse Gilberto.

Ainda priorizando o bem-estar dos estudantes da rede municipal e entendendo que o bom rendimento em sala de aula é, também, resultado de uma rotina saudável, foi implementado o fornecimento do desjejum para todas as escolas de ensino fundamental que já retornaram para as aulas presenciais.

Para o secretário de Educação, Elder Maia, a ação contemplará, em especial, àqueles estudantes que compõem famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. “Em razão da família não dispor de condição socioeconômica, chegam nas escolas sem ter feito o café da manhã e agora tem disponível nas escolas, com toda alimentação saudável e devidamente higienizada”, disse.

Familiares depositam confiança em transporte seguro de estudantes. Foto: Pedro Farias / Ascom Semed
Familiares depositam confiança em transporte seguro de estudantes. Foto: Pedro Farias / Ascom Semed

Garantir a segurança e a integridade dos estudantes no caminho para as unidades de ensino também foi uma das prioridades durante o ano de 2021. Em uma ação inédita, a prefeitura de Maceió disponibilizou monitores para acompanhar os alunos em todos os 111 veículos que fazem o transporte de aproximadamente 12 mil crianças de 70 escolas da rede municipal.

Para mapear estas necessidades de forma fiel e assertiva, a Secretaria Municipal de Educação lançou o Painel dos Indicadores do Município de Maceió, documento idealizado e escritopelo secretário Elder Maia e pela professora e doutora em sociologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Anabelle Lages e executado por pesquisadores, técnicos e estagiários do Observatório Educacional do Município de Maceió (Obem).

Trata-se de um extenso diagnóstico sobre a educação do município de Maceió, dividido em três volumes, com 45 indicadores aplicados às 93 escolas de Ensino Fundamental e aos 50 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), que direcionam as ações pedagógicas de equipes gestores e docentes para a melhoria do ensino, bem como afirma o secretário de Educação, Elder Maia.

Publicação física do Painel dos Indicadores Educacionais do Município de Maceió. Foto: Luan Oliveira / Ascom Semed
Publicação física do Painel dos Indicadores Educacionais do Município de Maceió. Foto: Luan Oliveira / Ascom Semed

“O documento orienta todas as tomadas de decisão realizadas hoje no âmbito da educação no município de Maceió, além de direcionar a realização do planejamento estratégico da Semed, que tem o painel como principal ferramenta de diagnóstico”, afirmou.

Ações pedagógicas

A fim de fomentar e aperfeiçoar as práticas educacionais dentro do ambiente escolar, as ações pedagógicas também marcaram as iniciativas implementadas pela Secretaria Municipal de Educação durante o ano de 2021, priorizando estudantes, professores, coordenadores, diretores e técnicos da Educação.

Com quase 10 mil alunos inscritos, a primeira Olimpíada de Matemática de Maceió (OM²) teve boa aceitação entre os participantes da competição. Sob a perspectiva de desmistificar a dificuldade que muitos estudantes costumam ter, a OM² buscou ensejar a cultura da prática da disciplina entre os estudantes.

A estudante do 8º ano da Escola Municipal Doutor Pompeu Sarmento, Sophia Ketylin, viu na aplicação da prova uma oportunidade para construir uma trajetória que possa ajudar em futuras provas de vestibular. “Minha experiência com a Olimpíada de Matemática foi muito boa. Apesar do alto nível das questões da prova, vejo o resultado como positivo. Foi ótimo e eu espero participar das próximas edições, pra ajudar até no futuro, quando eu for prestar vestibular”, afirmou a estudante.

O desafio de fortalecer o processo de alfabetização dos estudantes da rede, também foi contemplado nas ações do ano de 2021 da Semed. Com a implementação do programa Alfabetiza Maceió, educadores da rede municipal puderam contar com uma formação continuada com enfoque absoluto na qualificação da alfabetização e letramento dos estudantes, em Língua Portuguesa e Matemática.

Mara Ramalho, coordenadora pedagógica da Escola Municipal Major Bonifácio Silveira, participou das ministrações promovidas pelo programa Alfabetiza Maceió e as classificou como acolhedoras e eficientes. “A atualização das práticas pedagógicas é fundamental para todo profissional da educação, principalmente agora na pandemia de Covid-19. Os formadores mostraram uma ótima eficiência e segurança. As temáticas desenvolvidas durante a formação foram muito pertinentes para colaborar na apropriação do conhecimento dos docentes. Considero a formação do Alfabetiza como acolhedora, eficiente e dinâmica”, complementou a coordenadora.

Profissionais da educação em foco

Para manter a boa qualidade do ensino praticado dentro das unidades escolares do município de Maceió, é necessário investir nos profissionais que compõem e mobilizam a grande maioria das ações implementadas dentro de sala de aula. Foi sob essa perspectiva, que a prefeitura de Maceió, junto à Secretaria de Educação, nomeou 250 profissionais da educação desde o inicio da gestão.

Juliane Tenório falou sobre emoção de ser nomeada após anos de espera. Foto: Luan Oliveira / Ascom Semed
Juliane Tenório falou sobre emoção de ser nomeada após anos de espera. Foto: Luan Oliveira / Ascom Semed

Juliane Tenório, umas das profissionais nomeadas, falou sobre a emoção de ser convocada após um longo período de expectativa para a nomeação ser enfim efetivada. “A sensação é maravilhosa de ter sido chamada ainda mais nesse momento que nosso país está passando. Essa convocação abre novas portas, não só para nós profissionais, como também para as crianças que estão sem ir para as escolas, pela falta de um professor em sala de aula e a prefeitura está cumprindo seu papel que prometeu, eu me sinto uma felizarda”, disse.

Além das nomeações e convocações, outras 576 vagas foram ofertadas através do Processo Seletivo Simplificado da Educação, para professores de diversas disciplinas e etapas, auxiliares de sala, psicólogos, assistentes sociais e intérpretes de libras, com resultado preliminar das provas de título e resultado previsto ainda para o mês de dezembro.
Estas iniciativas de reconhecimento dos trabalhos prestados pelos profissionais da educação do município de Maceió aconteceram por meio do programa Valoriza Educação, voltado exclusivamente para a valorização salarial e material de todas as carreiras da educação municipal.

O programa viabilizou, também, 3% de reajuste para todos os servidores municipais, aprovação de biênios em atraso e o pagamento de R$ 1250 correspondentes ao retroativo por acesso e despesa com internet para todos os profissionais da educação da rede. Há, ainda, um projeto na Câmara de Vereadores que prevê o pagamento de R$ 125 do mês de novembro de 2021 ao mês de outubro de 2022, para custeio de despesas com internet para os profissionais de todos os níveis.

Obras

Estudar em um ambiente receptivo e com boas condições de funcionamento é primordial para que os estudantes possam evoluir de forma positiva em suas trajetórias educacionais. Foi pensando nisso que a prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Educação, investiu mais de R$ 12 milhões em obras de unidades educacionais do município em um único ano.

Entre os Centros Municipais de Educação (CMEIs) houve a inauguração do CMEI Walter Pitombo Laranjeiras, no Vergel, após uma espera de mais de 10 anos pela população do local. Além disso, foram iniciadas as obras de um CMEI no bairro Ouro Preto e no conjunto Cidade Sorriso I, que irão contemplar cerca de 200 crianças, com idades de 0 a 5 anos e 190 crianças com até 4 anos de idade, respectivamente.

Duas grandes reformas nas Escolas Municipais Hermínio Cardoso e Professor Lenilto Alves Santos, nos bairros Fernão Velho e Jacintinho, respectivamente, também já foram entregues durante o ano de 2021. Os equipamentos contam agora com estruturas devidamente equipadas para atender de forma eficiente cerca de 2 mil alunos do Ensino Fundamental da rede municipal.

Marly de Cássia é mãe da estudante Sara Macena, do 3º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Professor Lenilto Alves Santos e falou sobre a alegria de retornar à escola depois de a unidade ter passado por uma grande reforma. “Voltar na escola depois de tanto tempo de espera é uma sensação maravilhosa. Estou muito feliz de ter minha filha matriculada nesta escola e estou com grande expectativa para o futuro dela aqui”, disse Marly.

Uma grande obra de reforma e ampliação da Escola Municipal Yeda Oliveira segue a pleno vapor. Com um investimento de R$ 3.863.097,75, serão construídas 12 salas de aula, refeitório adequado às normas arquitetônicas, auditório, biblioteca, entre outras estruturas que irão beneficiar 418 estudantes.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados