Audiência pública discute erradicação do trabalho infantil

Por | Edição do dia 19 de outubro de 2015
Categoria: Maceió, Notícias


Maceió será sede da 1ª Audiência Pública Regionalizada sobre o Trabalho Infantil. O evento, que acontece na próxima quinta-feira (22), irá discutir as formas de erradicação destas práticas na capital alagoana e nas cidades de Penedo, Palmeira dos Índios, Traipu, Marechal Deodoro, União dos Palmares e Coruripe.

A proposta é reunir representantes do poder público e a sociedade civil dos sete municípios e discutir a situação do trabalho infantil em cada cidade, as estratégias para o combate, as dificuldades encontradas e traçar propostas de superação destas dificuldades.

De acordo com a coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) da Secretaria de Assistência Social de Maceió, Lidiane Guedes, a audiência pública é uma grande oportunidade de para que a população em geral discuta com o poder público o trabalho infantil.

semas-trabalho infantil-maceió

“Cada município tem uma forma de trabalho infantil mais evidente e todas elas precisam ser combatidas. Por exemplo, em Maceió, nós temos as crianças nos semáforos vendendo produtos e serviços e a gente trabalha com este foco. A audiência pública é uma forma de unir forças contra o trabalho infantil, que tira muitas crianças da escola e da oportunidade de ser criança e ter um futuro profissional através do estudo”, destacou a coordenadora.

A audiência acontece no dia 22 de outubro, às 8h, no Auditório Carlos Moreira dos Santos, localizado no Senai/Poço (Avenida Comendador Leão). O evento é aberto ao público.

O evento está sendo organizado em conjunto pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (Fetipat), Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev).

Ascom Semas

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados