Associações de costureiras fecham parcerias para fornecimento de confecções a grandes empresas

Quatro delas encontraram novos clientes após articulação do Sebrae Alagoas e ampliaram suas vendas durante esse período de pandemia

Associações de costureiras fecham parcerias para fornecimento de confecções a grandes empresas

Quatro delas encontraram novos clientes após articulação do Sebrae Alagoas e ampliaram suas vendas durante esse período de pandemia

Por Assessoria | Edição do dia 2 de julho de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,,


Através da articulação do Sebrae Alagoas, quatro associações de confecções do interior do estado encontraram novos clientes e ampliaram suas vendas e o fornecimento para empresas maiores durante esse período de pandemia, gerando novas fontes de renda e melhorando a qualidade de vida.

Além do Sebrae, as associações também são acompanhadas por parceiros como a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) e o Sindicato das Indústrias do Vestuário, da Confecção de Roupas Íntimas e da Fabricação de Bijuterias e de Joalheria do Estado de Alagoas.

Entre as associações estão a das costureiras de Porto Calvo (Costurart), a Associação das Costureiras de Marechal Deodoro, Associação Comunitária de Desenvolvimento de Botafogo (Ascodeb), em Coruripe, e a Associação das Costureiras de Olho d’Água das Flores – esta última liderada por Edimilda Marcolino.

A presidente da associação de Olho d’Água das Flores ressalta que apenas uma empresa do estado encomendou 15 mil capotes (roupas para hospitais), uma demanda que envolve mais de 10 associadas trabalhando diariamente e ajuda a associação a recuperar um pouco do prejuízo causado pela pandemia.

“Com a pandemia, as nossas vendas deram uma queda. O nosso forte era vender fardamentos escolares. Como a maioria das escolas ficaram fechadas, a gente sentiu um pouco. Tivemos até que entregar o nosso ponto, mas, no final, conseguimos retornar e pegamos essas encomendas”, afirma Edimilda Marcolino.

Com esse incentivo, a associação ainda conseguiu clientes para vender seus produtos em outros estados do Brasil, como Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro. Esse trabalho é bastante celebrado pelas associadas.

“A encomenda desses empresários, um deles através do Sebrae, veio em boa hora. Somos muito gratas. Nesse período difícil o Sebrae não nos abandonou, sempre prestando assessoria e nos acompanhando. Foi através desse incentivo que muitas famílias passaram a voltar a ter o seu sustento, o ganha pão. A gente espera que, a partir disso, outros clientes passem a olhar para nós, para o trabalho que a gente faz aqui”, pontua Edimilda.

Para as costureiras da Ascodeb, o trabalho de aproximação feito pelo Sebrae também é motivo para comemorar. Segundo Maria Lusiene dos Santos, representante da associação que trabalha principalmente na confecção de peças para hotelaria e artigos para cama, mesa e banho, essa articulação veio em boa hora, já que com a pandemia e a queda do movimento no setor hoteleiro, as encomendas diminuíram, restando apenas a produção de máscaras de proteção para a prefeitura local, governo do Estado e algumas empresas.

Com essa aproximação, a associação passou a produzir aventais de proteção feitas de TNT com o trabalho de cinco costureiras. “Quando estávamos sem trabalho algum para as costureiras, Deus colocou em nosso caminho a Ana Paula e o Sebrae, que sempre foi um dos nossos maiores parceiros em tudo aqui na associação. Essa parceria apareceu na hora certa, com a oportunidade de gerar renda para as costureiras da comunidade. Gratidão também ao empresário que encomendou a confecção desses aventais”, ressalta.

Parceria

A Ana Paula citada por Maria Lusiene é a Ana Paula Dantas, analista da Unidade de Competitividade e Desenvolvimento (UCD) do Sebrae Alagoas. Ela destacou que uma empresa local, do ramo de logística e fabricação de equipamentos e acessórios para segurança pessoal e profissional, procurou o Sebrae em busca desse apoio e, logo, foi feita a indicação das associações.

“Fizemos um levantamento, entramos em contato com os grupos para saber se tinham interesse e os que responderam positivamente, enviamos os contatos para a empresa. Essas associações são acompanhadas pelo Sebrae, Fiea e Sindivest por meio das ações em parceria para o segmento de moda e confecções. Elas já receberam consultorias e capacitações em gestão e técnicas para o segmento de vestuário”, explica.

A analista também falou sobre a importância desse trabalho para as associações envolvidas. “Essa ação é de grande importância, uma vez que gera renda para os núcleos de confecções e fortalece o segmento do vestuário local. Para o Sebrae, Fiea, Sindivest e o governo do Estado, através da Sedetur, que fez a doação das máquinas de costura para essas associações no projeto da Cadeia Têxtil, finalizado em 2017, é como colher frutos de uma ação que tinha como objetivo o fortalecimento da Cadeia de Confecções”, finaliza Ana Paula Dantas.

Atendimento remoto

A equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, que também podem contar com a estrutura de cursos online e gratuitos do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos, basta acessar https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline.

O empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos e digitais, como o portal sebrae.com.br/alagoas, telegram t.me/sebraealagoas, whatsapp e Telefone 0800 570 0800, chat e e-mail fale.sebrae.com.br, instagram @sebraealagoas, twitter @sebraealagoas, facebook /SebraeAlagoas, youtube @sebraealagoas e o linkedIn Sebrae Alagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados