Arte popular alagoana faz sucesso no salão do artesanato

A feira está em exposição no Pátio Brasil Shopping até o domingo

Arte popular alagoana faz sucesso no salão do artesanato

A feira está em exposição no Pátio Brasil Shopping até o domingo

Por Assessoria | Edição do dia 5 de maio de 2022
Categoria: Conceito, Cultura, Ultimas Notícias | Tags: ,


Com mais de mil peças em exposição, Alagoas marca presença em Brasília. (Foto: Emerson Oliveira)

Entre os stands de 25 estados de todo o Brasil, no 15º Salão do Artesanato, em Brasília, está o de Alagoas. A representação alagoana no evento conta com oito artesãos e mais de mil peças em exposição. Apoiados pelo programa Alagoas Feita À Mão, os artesãos têm a oportunidade de trocar experiências, conhecer lojistas e vender peças para quem passa pelos corredores do evento.

A feira está em exposição no Pátio Brasil Shopping até o domingo (8/5), e tem nomes ilustres do artesanato alagoano, como Mestre André da Marinheira,  Mestre Aberaldo, Jailma Bonfim, Associação das Bordadeiras de Capela e o Grupo Luart. Para outros artesãos, como Jasson, Kêmilly Monteiro e a Associação ArtIlha, a estreia na feira de artesanato de Brasília é cheia de expectativas.

“Esta é a minha primeira feira nacional e está sendo uma satisfação muito grande para mim estar representando Alagoas no 15° Salão do Artesanato. Eu espero mostrar a minha arte para as pessoas do Brasil inteiro que passam por aqui”, destaca a artesã Kêmilly Monteiro.

Alagoas Feita à Mão

Desenvolvido pelo Governo de Alagoas e coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), o Programa Alagoas Feita à Mão tem a missão de promover a produção artesanal e contribuir para a geração de emprego e renda dos artistas locais. O programa se fundamenta como impulsionador estratégico da atividade em todo o Estado.

Apoiado na sua pluralidade de tipologias – desde a fibra, o filé, a cerâmica até os bordados e a madeira – e na profissionalização dos trabalhadores, o setor encontra espaço e visibilidade nos mais diferentes mercados, se fortalecendo como principal fonte de renda para maior parte dos artesãos no Estado.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados