Armas de fogo e espingardas artesanais são apreendidas pelo Batalhão de Polícia Ambiental

Armadilhas também foram recolhidas durante as ações

Armas de fogo e espingardas artesanais são apreendidas pelo Batalhão de Polícia Ambiental

Armadilhas também foram recolhidas durante as ações

Por Assessoria | Edição do dia 6 de fevereiro de 2021
Categoria: Alagoas, Polícia | Tags: ,,


Foto: Assessoria

Ações do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) coibiram crimes ambientais e resultaram na apreensão de armas de fogo. Uma delas, a Operação Curupira, se estendeu durante toda a sexta-feira (05) no município de Murici e foi realizada em conjunto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA).

A operação, que leva o nome da figura lendária protetora das matas, combate diversos ilícitos ambientais como caça, guarda, venda e cativeiro de animais silvestres, bem como posse e porte de armas de fogo, entre outros. No primeiro alvo, uma residência localizada no centro da cidade, foram encontradas: duas espingardas sendo uma calibre 12 e outra calibre 22, uma pistola 9mm com três carregadores, 40 munições de 9mm intactas e duas deflagradas, 20 munições de calibre 12, sendo quatro deflagradas e uma cutia abatida. O acusado foi encaminhado para a 11ª Delegacia Regional em União dos Palmares, onde foi lavrado o flagrante.

Mais armas e armadilhas

Já pela manhã, no município de Barra de Santo Antônio a guarnição da Supervisão recebeu uma denúncia apontando a residência de um possível caçador que mantinha, inclusive, armas de fogo sob sua posse. Como as informações eram imprecisas, o Serviço de Inteligência do BPA (P2) também foi acionado e localizou o endereço. Com a devida permissão e acompanhamento do suspeito e proprietário do imóvel, foram realizadas as buscas domiciliares.

Foto: Assessoria

Na casa foram encontradas: uma espingarda calibre 28 e mais duas de fabricação artesanal (soca tempero); quatro armadilhas de espera para caça (cano de espera) de fabricação artesanal, sem calibre definido; outras duas armadilhas e um pássaro curió. Foi dado voz de prisão e o indivíduo foi encaminhado o indivíduo à Central de Flagrantes para realização dos procedimentos cabíveis.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados