Após recomendação do MS, Alagoas suspende vacinação para menores de idade sem comorbidade

Mesmo com pesquisas que mostram eficácias, Governo Federal emitiu alerta

Após recomendação do MS, Alagoas suspende vacinação para menores de idade sem comorbidade

Mesmo com pesquisas que mostram eficácias, Governo Federal emitiu alerta

Por Redação | Edição do dia 16 de setembro de 2021
Categoria: Alagoas, Coronavírus, Saúde | Tags: ,,,,,


O governador Renan Filho anunciou a suspenção da vacinação para menores de idade em Alagoas no início desta quinta-feira (16). A decisão veio após o Ministério da Saúde emitir uma recomendação suspendendo a imunização dos jovens de 12 a 17 anos.

A vacinação para o público alvo vinha sendo realizada com os imunizantes da Pfizer, que teve o uso autorizado nos menores pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em um dos pontos da decisão, o MS relatou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomendava a aplicação dos imunizantes em adolescentes. Entretanto, de acordo com a própria OMS, a recomendação é que os jovens fossem vacinados após todas as pessoas dos grupos de risco fossem imunizadas.

De acordo com a nota, jovens menores de idade e que possuem comorbidades ou estejam privados de liberdade, podem ser imunizados.

No anúncio, Renan Filho esclareceu que a vacinação continuará para os adolescentes que possuem comorbidades. “A imunização continuará para aqueles que apresentem deficiência permanente ou comorbidades.”, escreveu o governador.

Em diversos municípios de Alagoas, incluindo a capital, adolescentes de 12 anos já poderiam ser imunizados acompanhados de seus responsáveis ou com um termo de autorização.

A vacinação contra a Covid-19 em adolescentes segue em ao menos 14 países, dentre eles: Alemanha, Argentina (nos que possuem comorbidades), Estados Unidos, Equador, França, Hungria, Israel, Itália, México e Portugal. Bahrein, Canadá, Chile e Cuba.

A União Europeia também autorizou o uso dos imunizantes para adolescentes de até 12 anos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados