Após denúncia, radares da BR-104 são verificados e defeito é corrigido

Vídeo que circulou nas redes sociais mostrava erro entre a velocidade registrada pelo condutor e a barreira eletrônica

Após denúncia, radares da BR-104 são verificados e defeito é corrigido

Vídeo que circulou nas redes sociais mostrava erro entre a velocidade registrada pelo condutor e a barreira eletrônica

Por | Edição do dia 11 de março de 2017
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,


Assessoria

Assessoria

No início da tarde de sexta-feira (10) o Instituto de Metrologia e Qualidade de Alagoas (Inmeq/AL) fez a verificação dos radares localizados na BR-104, logo após o viaduto do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Um vídeo publicado em uma rede social mostrava o aparelho com diferença maior que 20 km/h em relação ao marcador do veículo.

Diante da constatação da denúncia, o diretoria técnica do instituto encaminhou uma equipe ao local para verificar todos os equipamento da região. A Superintendência Regional do DNIT em Alagoas acionou a empresa responsável pelos aparelhos para realizarem os reparos, além de suspender os multas registradas nos últimos dois dias no local.

“Os equipamentos foram verificados há pouco mais de três meses, mas pelo fato de existir uma irregularidade solicitamos aos técnicos que fizessem uma nova avaliação e constatamos que agora os radares estão funcionando normalmente, já que a empresa concluiu a manutenção”, afirmou o diretor-presidente do Inmeq, Luiz Pedro Brandão.

A diretoria técnica ressaltou que as fiscalizações em barreiras eletrônicas ocorrem de forma gradual ao longo do ano, mas nenhuma delas deixa de ser fiscalizada em todo o Estado.

“Por se tratar de um aparelho eletrônico, ele está sujeito a falhas, por isso o papel do cidadão é fundamental para que a gente possa saber desses erros ocasionais e acionar os órgãos competentes para o reparo. Além das redes sociais, temos a Ouvidoria como um canal importante de comunicação com a sociedade, não só para esses casos, mas para toda irregularidade que lese o usuário e o consumidor”, salienta Luiz Pedro.

Em casos como este, a direção do Inmeq orienta que os consumidores encaminhem a denúncia para o setor da Ouvidoria, através do número 0800 – 284 – 1664, ou pelo site www.inmeq.al.gov.br .

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados