Após 580 dias preso, Lula deixa a sede da PF em Curitiba

Ao sair da prisão, o ex-presidente discursou para a militância

Após 580 dias preso, Lula deixa a sede da PF em Curitiba

Ao sair da prisão, o ex-presidente discursou para a militância

Por | Edição do dia 8 de novembro de 2019
Categoria: Ultimas Notícias | Tags:


(Arquivo)O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva deixou a prisão na tarde desta sexta-feira, 8, após o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, acatar ao pedido da defesa pela liberdade do ex-presidente.

Para uma multidão de militantes que fizeram vigílias durante o período de prisão, Lula discursou em um palanque próximo a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde ficou preso, e agradeceu a militância por ter o ajudado a resistir aos 580 dias de encarceramento.

“Vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir. (…) o lado podre do Ministério Público, da Polícia Federal, da Receita Federal, trabalharam para tentar criminalizar a esquerda, o PT, o Lula e eu não poderia ir embora sem poder cumprimentar vocês”, disse em meio à comemorações.

Lula ainda provocou o atual ministro da Justiça Sério Moro, atacou a Rede Globo e reafirmou a sua honestidade.

Sobre a situação do Brasil, Lula destacou que o país não melhorou após Jair Bolsonaro (PSL) assumir a Presidência da República.

Além da militância, outros nomes petistas estiveram ao lado de Lula no palanque, como Fernando Haddad e Gleici Hoffmann.

Amanhã, 9, Lula fará novo discurso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Paulo.

Soltura

Os advogados do ex-presidente pediram a soltura depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a prisão após condenação em segunda instância

Na quinta-feira (7), por 6 votos a 5, o STF mudou um entendimento de 2016 e decidiu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados