Anvisa esclarece que ações no porto e aeroporto de Maceió ocorrem de forma programada

Devido a falta de regularidade na circulação de navios e voos internacionais em Alagoas, a Anvisa no estado não trabalha em regime de plantão

Anvisa esclarece que ações no porto e aeroporto de Maceió ocorrem de forma programada

Devido a falta de regularidade na circulação de navios e voos internacionais em Alagoas, a Anvisa no estado não trabalha em regime de plantão

Por | Edição do dia 10 de março de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,


e3b69f0c741f7ff32579eef7a7b5769b_L

Fotos: Ascom/Sedetur

Nessa segunda-feira, 9, a informação da suspensão dos plantões de feriado e fim de semana da Anvisa no Porto de Maceió e Aeroporto Zumbi dos Palmares, foi divulgada. Posteriormente, o motivo da suspensão foi explicado pela Anvisa sediada em Brasília. A autarquia informou que, devido a falta de regularidade dos voos internacionais e chegada de navios também internacionais em Alagoas, a Anvisa do estado realiza ações nesses locais de forma programada, sem a adoção do regime de plantão.

A informação sobre a falta de plantão foi exposta pelo Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Previdência, Seguro Social e Assistência de Alagoas (Sindprev-AL), como forma de preocupação sobre os casos de suspeita e confirmação do coronavírus. Já que o aeroporto e o porto recebem pessoas que estiveram em locais onde o coronavírus circula.

Em resposta aos questionamentos do site O Dia Mais, a Anvisa explicou que o trabalho realizado em Alagoas é compatível com as atividades do Porto de Maceió e do aeroporto e que “de forma alguma representam vulnerabilidade na estratégia relativa ao coronavírus”.

A autarquia destaca que as ações no porto e aeroporto em Maceió são feitas de forma programada e dentro dos horários de regime de trabalho usual. Tanto no porto, quando no aeroporto, a chegada dos navios e aviões é programada com antecedência, o que dispensa a permanência de funcionários em horários sem movimentação de aviões ou navios.

“Importante ressaltar que o foco de atuação da Anvisa é com o fluxo internacional de passageiros. O trabalho da Anvisa nos pontos de entrada tem três objetivos específicos. 1. garantir a adoção das medidas preventivas para comunidade aeroportuária e portuária; 2. fazer com que os procedimentos de desinfecção e limpeza de aeronaves e navios sejam realizados corretamente; e 3. encaminhar os casos de pessoas que estejam manifestando sintomas”, pontuou.

A Anvisa ainda ressaltou que o papel da autarquia nos pontos de entrada no país “é de dar encaminhamento aos casos sintomáticos, adotar as medidas para encaminhamentos desta pessoa ao serviço de atendimento e tornar possível o rastreamento dos demais passageiros em casos de confirmação”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados