Ana Maria Braga chora ao falar de Tom Veiga, intérprete do Louro José, no ‘Mais Você’: ‘A gente era confidente’

Ana Maria Braga chora ao falar de Tom Veiga, intérprete do Louro José, no ‘Mais Você’: ‘A gente era confidente’

Por G1 | Edição do dia 2 de novembro de 2020
Categoria: Brasil, Notícias | Tags: ,,


Reprodução/Tv Globo

A apresentadora Ana Maria Braga apresentou o “Mais Você” desta segunda-feira (2) muito emocionada (veja vídeo acima). O programa foi em homenagem a Tom Veiga, intérprete do Louro José, que foi encontrado morto em casa, no Rio, neste domingo (1º).

“Hoje eu não estou perdendo só o Tom, eu estou perdendo o Tom, um grande amigo, né? Um menino que a gente nunca discutiu, nunca brigou. E com ele foi junto o meu filho, que eu sempre considerei assim o Louro e o Tom”, disse Ana.

Nesta segunda-feira (2), laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a causa da morte foi um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, provocado por um aneurisma. O ator tinha 47 anos.

“Eu fiquei pensando como eu ia conseguir chegar aqui e falar bom dia para vocês, porque dói muito. Assim como uma mãe perde um filho, um companheiro, porque filho da gente é um companheiro que você viu nascer e ele era isso”, continuou Ana.

“Por mais que minha produção e a direção da casa estivesse preocupada comigo hoje, aqui, eu não poderia deixar de estar aqui, moída por dentro, e deixar todos os que amam o Louro sem essa última homenagem”, diz Ana Maria.

A apresentadora falou que a causa da morte foi um infarto e o corpo de Tom está no IML do Rio de Janeiro na manhã desta segunda (2).

‘Todos adoravam o Tom’

Ana Maria falou sobre como o companheiro de trabalho era querido pela equipe e por todos que foram ao programa. “Todos adoravam o Tom”, afirmou.

Para a homenagem ao vivo, a equipe do “Mais Você” separou imagens dos bastidores de Tom com a Ana. A equipe também mandou vídeos comentando o convívio com o ator nos bastidores.

A apresentadora disse que, em 21 anos de trabalho juntos, eles nunca se desentenderam. “A gente era confidente um do outro, contava coisas que a gente não contava com ninguém”, contou.

Apesar de chorar, Ana Maria falou que não era transformar o programa em um momento triste e que o choro era de alegria por ter conhecido e convivido com Tom.

Tom se dividia entre Rio de Janeiro e de São Paulo para gravar o programa, depois que o “Mais Você” voltou para a capital paulista em outubro.

A apresentadora lembrou do último programa que fizeram juntos na sexta (30), e que ele deveria estar com ela em São Paulo nesta segunda (2).

Homenagem nas redes sociais

apresentadora lamentou a morte de Veiga no domingo com fotos juntos. Juliana Paes, André Marques, Angélica, Ana Furtado e outros famosos também publicaram mensagens de apoio e gratidão.

“Perdi meu parceiro de todo dia, meu amigo, meu filho. O Tom era um menino de sorriso solto, sempre alegre, com um humor único e talentoso demais. A fragilidade da vida nos pegou mais uma vez de surpresa e me deixou completamente sem chão. O momento agora é de oração”, escreveu Ana Maria.

Trajetória no ‘Mais Você’

Veiga trabalhou no “Mais Você” desde a estreia do programa, em 1999. Responsável pela voz e pela manipulação do Louro José desde que o personagem foi criado, em 1996, ficou conhecido pelas tiradas de humor.

“O Louro José é encrenqueiro, rabugento, chavequeiro, galanteador, mas é muito divertido, inteligente. Às vezes, quando eu revejo um programa, eu me pego dando risada. Eu dou risada com o Louro. O legal na personalidade dele é que cresceu, mas continua uma grande criança”, disse Veiga em depoimento ao site Memória Globo.

O papagaio Louro José foi idealizado por Ana Maria Braga em 1996, informa o Memória Globo. Na época, ela apresentava o programa “Note e Anote”, na Record, que entrava no ar após a programação infantil. Por esse motivo, ela teve a ideia de fazer um personagem que chamasse a atenção das crianças.

Diversas pessoas foram testadas para manipular o papagaio, que mistura elementos de fantoche com controle remoto – mas quem ficou com o papel desde o começo foi Tom Veiga.

Em março de 2017, Ana Maria fez uma homenagem ao personagem no aniversário dele:

“Meu papagaio mais amado, meu filho. Obrigada pela companhia, parceria, lealdade. A gente nunca discutiu, nunca brigou, a gente nunca ficou sem se falar por nenhuma razão. É uma das relações mais fantásticas da minha vida. Ele é irmão do meu papagaio que está lá na fazenda, que também é Louro José. É meu filho de penas”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados