Amamentação: Saúde orienta mães com Covid-19

Medidas precisam ser tomadas ao alimentar os bebês

Por Assessoria | Edição do dia 13 de agosto de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags:


O leite materno é muito importante para crianças até 2 anos ou mais, sendo o único alimento que a criança deve receber até os seis meses, já que contém todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento e proteção. Mesmo com a pandemia do novo coronavírus, a prática deve ser realizada, com o objetivo de garantir uma boa qualidade de vida para o bebê e também para a mulher.

Com isso, algumas medidas precisam ser tomadas durante a amamentação. No caso da mãe confirmada ou suspeita de ter contraído Covid-19, ou com contatos domiciliares que apresentem quadro gripal, devem ser implementadas medidas de higiene adequadas, como a higienização das mãos e uso de touca e máscara para reduzir a possibilidade de espalhar gotículas. “Os benefícios são superiores aos potenciais riscos de contaminação”, explica a coordenadora do Programa de Alimentação e Nutrição da SMS, Ingrid Negreiros.

Já a mãe confirmada ou suspeita de ter o novo coronavírus que não puder amamentar precisa seguir recomendações e cuidados durante a extração do leite materno. É preciso preparar previamente o frasco que será utilizado para coleta, retirar anéis, pulseiras e relógios, lavar as mãos e braços até o cotovelo com água e sabão, colocar touca, máscara cirúrgica e avental e higienizar as mamas apenas com água limpa.

“Até o presente momento não há evidências científicas que indiquem a transmissão do vírus pelo leite materno, seja através da amamentação ou pela oferta do leite extraído pela mãe confirmada ou suspeita de ter Covid-19”, reforça a coordenadora sobre a importância do aleitamento materno.

“É prático, de graça e está pronto a qualquer hora ou lugar. A amamentação diminui ainda as chances de a mãe ter câncer de mama e de ovário, diminui o sangramento pós-parto e protege contra doenças na infância a na vida adulta, ajudando também o desenvolvimento do cérebro e fortalecendo o vínculo entre mãe e criança”, conclui Ingrid.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados