AMA cobra investigação de crime cibernético contra Júlio Cezar

Associação diz que o crime fere a moral de uma pessoa pública perante a sociedade

AMA cobra investigação de crime cibernético contra Júlio Cezar

Associação diz que o crime fere a moral de uma pessoa pública perante a sociedade

Por | Edição do dia 4 de dezembro de 2018
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,


A Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) divulgou uma nota, nesta segunda-feira (03), cobrando uma investigação rigorosa de crime cibernético, por conta de uma fotomontagem feita contra o prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar.

Em nota, a AMA diz que o crime fere a moral de uma pessoa pública perante a sociedade e fere a honra de seus familiares, e ainda cobra uma apuração do caso pelas autoridades competentes.

Confira a nota

A Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) vem a público manifestar irrestrita solidariedade e apoio ao prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar, que tem recebido ataques em redes sociais, sendo vítima de crime cibernético. Tais atitudes podem acontecer com outros prefeitos de nossa Associação, fragilizando o município.

Conclamamos às autoridades competentes às providências cabíveis para que os culpados sejam responsabilizados pelos seus atos. Tal tipo de procedimento não pode ficar impune. Ferir a imagem do gestor, é ferir a pessoa pública, o pai, irmão, filho e amigos que se entristecem em ver a sua imagem tão maldosamente atacada. Divergências políticas devem ser debatidas no campo das ideias, respeitando a democracia e as pessoas.

Relembre o caso

O prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar divulgou na manhã deste sábado (1) um vídeo onde ele fala sobre uma fotomontagem com a foto dele em um corpo despido, que espalharam pelas redes sociais.

No vídeo, o prefeito até brinca dizendo que ficou muito branco e que ele seria mais bonito. Mas depois ele fala que a Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) já está a frente das investigações para saber de onde partiu e quem foi o autor da publicação maldosa.

“Fui acordado hoje de manhã com amigos me chamando pelo Zap. Eles trariam a triste notícia de que estou sendo vítima de crime cibernético por alguém que não gosta de mim.Fizeram uma montagem esdrúxula de uma foto com um senhor nu e inseriram a minha cabeça.”, disse o prefeito.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados