Boa Noite!, Domingo - 22 de Setembro de 2019

 

Alunos do Sertão criam repelente natural e projeto vai para PE

7Segundos / 2:42 - 21/05/2019

Estudantes estão desenvolvendo repelente natural contra praga na palma forrageira


Um projeto de pesquisa desenvolvido por estudantes do ensino fundamental de uma escola pública, localizada na zona rural de Cacimbinhas, foi um dos selecionados para a Exposição de Ciências, Engenharia, Tecnologia e Inovação (Expoceti), que acontece na Arena Pernambuco entre os dias 24 a 30 de junho.

127807-whatsapp_image_2019_05_17_at_08_23_04_jpeg

Professor e alunos fazem experimentos para produção de bio-repelente (Foto: Cortesia)

Os alunos do Ensino Fundamental da Escola Municipal José Pinheiro da Silva, no povoado Teixeira, foram escolhidos para apresentar o trabalho “atividade bio-repelente do extrato de nim no controle da cochonilha de escamas na palma forrageira”, sob a orientação do professor André Souza.

“A proliferação desse inseto-praga compromete a agricultura e a economia em regiões que utilizam a palma forrageira na alimentação animal. Com esse projeto de pesquisa que estamos desenvolvendo, pretendemos produzir um repelente natural para eliminar os invasores. Os resultados que obtivemos até agora são fantásticos”, afirmou o professor, explicando que o extrato de nim, cujas propriedades repelentes de insetos já são conhecidas, foram utilizadas pelos alunos para desidratar e matar os insetos, com resultados eficazes.

As inscrições dos estudantes, assim como a estadia e alimentação foram custeados pelo município. Além do projeto de bio-repelente, outros projetos de pesquisa da Escola José Pinheiro da Silva também foram selecionados como finalistas para a exposição de ciências.

A Expoceti chega a sua quarta edição e se consolida como uma feira de ciências, engenharia, tenologia e inovação, que tem como objetivo incentivar jovens a desenvolverem pesquisas científicas. O evento é organizado pela comunidade escolar do Colégio Anglo do município de São Lourenço da Mata (PE), em parceria com a prefeitura e a Associação Brasileira de Incentivo á Tecnologia e Ciência (Abritec).


Comentar usando