Alfabetiza Maceió finaliza 2021 com participação de mais de mil educadores

Iniciativa lançada pelo prefeito JHC tem continuidade no próximo ano com novas formações

Alfabetiza Maceió finaliza 2021 com participação de mais de mil educadores

Iniciativa lançada pelo prefeito JHC tem continuidade no próximo ano com novas formações

Por Assessoria | Edição do dia 31 de dezembro de 2021
Categoria: Educação, Maceió | Tags: ,,


Com o objetivo de otimizar o processo de alfabetização e letramento por meio da formação continuada dos educadores da rede municipal de ensino, o programa Alfabetiza Maceió encerrou com sucesso o ano de 2021, com a formação de 1037 profissionais da rede, entre gestores e professores do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, devidamente qualificados para atuar melhoria no âmbito da alfabetização dos estudantes da rede.

Lançado em setembro deste ano, pelo prefeito de Maceió, JHC, o programa foi viabilizado através de um convênio de cooperação técnica firmado com a Fundação Lemann e o Instituto Bem Comum, responsáveis pelos formadores que ministraram os encontros durante este ano.

Prefeito JHC durante lançamento do Alfabetiza Maceió. Foto: Edvan Ferreira / Secom.

O Alfabetiza Maceió contemplará quase 30 mil estudantes matriculados na rede municipal, por meio da metodologia aplicada em sala de aula pelos educadores que passaram pela formação, com foco em combater a evasão escolar com a alfabetização na idade certa.

Para o secretário de Educação, Elder Maia, a iniciativa marca de forma positiva a história da Educação do município de Maceió e seus resultados logo poderão ser vistos na evolução da alfabetização dos estudantes da rede municipal.

“O programa tem sido um marco na obtenção de melhorias no âmbito da alfabetização de Maceió. As formações ainda estão em curso, seguirão durante o ano de 2022 e em breve seu impacto poderá ser notado nas melhores da alfabetização dos alunos da rede, através de um conjunto de ações utilizadas para monitorar este processo de formação continuada, como testes de fluência e de escrita”, disse o secretário.

Os impactos do programa em diversos contextos da educação municipal foi um dos destaques na realização do Alfabetiza Maceió. A coordenadora geral de Ensino Fundamental, Juliane Medeiros, destacou estes efeitos.

“O Alfabetiza tem se mostrado um programa de grande relevância com foco em vários aspectos, como a formação dos profissionais, acompanhamento pedagógico e orientações às escolas, e, também, a gestão destes dados para a construção de futuros indicadores. Em 2022 manteremos o foco na recuperação de aprendizagens, aspecto que se sobressaiu nas avaliações em larga escala e que aponta para um direcionamento sobre onde atuar sobre a aprendizagem dos estudantes”, disse a coordenadora.

Vera Pontes, coordenadora do Centro Municipal de Formação da Semed, destaca o alinhamento do programa Alfabetiza Maceió com as perspectivas de alfabetização preconizadas pelo Plano Municipal de Educação (PME).

“Uma das metas do PME é universalizar o Ensino Fundamental de nove anos para toda a população de 6 a 14 anos e garantir que pelo menos 95% dos estudantes concluam essa etapa na idade recomendada. Frente a esse grande desafio da nossa rede, o Programa Alfabetiza Maceió está mobilizando todos os esforços para que os estudantes conquistem os níveis de aprendizagem esperados para seu ano e idade”, afirmou.

As formações ministradas pelo Alfabetiza Maceió seguirão durante o ano de 2022, seguindo as mesmas perspectivas estabelecidas durante o ano de 2021.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados