Alambique Gogó da Ema celebra 2022 com cachaças especiais

A produção acontece a todo o vapor em São Sebastião, agreste do estado

Alambique Gogó da Ema celebra 2022 com cachaças especiais

A produção acontece a todo o vapor em São Sebastião, agreste do estado

Por Assessoria | Edição do dia 31 de dezembro de 2021
Categoria: Mercado | Tags: ,,,,,,


Para celebrar 2022 a Gogó da Ema apresenta uma série de cachaças especiais e premiadas produzidas nos últimos anos no alambique artesanal que fica em São Sebastião, no Agreste alagoano.

Entre as cachaças estão a Carvalho Single Barrel, envelhecida por 4 anos em barril de carvalho francês, que foi premiada com medalha de prata no concurso Vinho e Destilado 2020 e com Mérito Sensorial na Exporcachaça 2021.

Como também o lote especial da Alquimia 12 anos, que envolve uma forma única de envelhecimento, armazenadas por mais de uma década que foi submetido por triplo envelhecimento incorporando sabores e notas diferenciadas. A cachaça Alquimia foi lançada com um vídeo promocional projetando a bebida, o alambique e Alagoas em diversos estados do Brasil.

E se há projeção nacional, há também promoção regional a exemplo do Blend Nordestino, que está no terceiro lotes de cachaças produzidas de forma compartilhadas entre os alambiques de Gogó da Ema (AL), Sanhaçu (PE), Gregório (PB), Engenho Nobre (PB) e Matriarca (BA).

“O projeto Blend Nordestino foi estabelecido pelos 5 produtores de cachaça de forma piloto. Mas teve tanto sucesso, com vendas recordes e grande procura, que tivemos que repetir os lotes que possuem tiragem limitadas e blends diferentes”, expõe o empresário da Gogó da Ema, Henrique Tenório.

E na produção de cachaças de sucesso a Gogó Ema ainda destaca a Oxente que foi lançada no mercado em 2020 e já conquistou medalha de duplo ouro no concurso de vinhos e destilados do Brasil em 2021 e a Gogó da ema Reserva de 6 anos de envelhecimento, ganhou medalha de Ouro no mesmo concurso.

“As cachaças da Gogó da Ema são destaques no mercado de destilado porque são fabricadas de forma artesanal, mas com critérios rigorosos de qualidades. Por isso, todas as cachaças são destinadas para celebrar a vida, os bons momentos e até mesmo o começo de novos ciclos como a chegada de um novo ano”, completa Tenório.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados