Alagoas Social atende beneficiários nesta segunda-feira (11)

Alagoas Social atende beneficiários nesta segunda-feira (11)

Por | Edição do dia 11 de julho de 2016
Categoria: Alagoas, Blog, Notícias | Tags: ,,


As equipes da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) vão ao município de Junqueiro nesta segunda-feira (11) para mais uma edição do programa Alagoas Social, dentro das ações do Dia D do Governo Presente. O programa busca a ampliação do número de cadastros do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e do Cartão do Idoso, bem como a atualização dos dados de beneficiários de outros programas sociais articulados pela Seades.

O BPC é voltado para idosos a partir de 65 anos e pessoas com deficiência incapacitadas para a vida independente, em qualquer faixa etária. Nos dois casos, é necessário que a renda familiar per capta do possível beneficiário seja inferior a ¼ do salário mínimo. O valor atual do benefício é de R$ 880. Com relação ao Cartão do Idoso, que garante passagem gratuita no transporte coletivo intermunicipal, é preciso que o beneficiado tenha renda familiar inferior a dois salários mínimos.

O atendimento será realizado em Junqueiro, no Centro Recreativo Maria Hélia Cruz, no Centro da cidade, mas, de acordo com o secretário de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, Antônio Pinaud, quatro municípios serão atendidos nesta edição do Alagoas Social.

Foto: assessoria.

“Fizemos a articulação com as prefeituras de Campo Alegre, Junqueiro, São Sebastião e Teotônio Vilela. A Seades já possui os dados das pessoas com perfil para ingressar no BPC em todos os municípios alagoanos. A partir disso, as prefeituras vão localizar esses indivíduos e levá-los ao local de atendimento”, explicou o secretário.

Em Junqueiro, a Busca Ativa do BPC identificou 158 idosos e pessoas com deficiência com perfil para acesso ao BPC. Caso todos sejam cadastrados, o aumento nos repasses para o município pode chegar a R$ 139.040,00 por mês, ou seja, um total de R$ 1.668.480,00 por ano. Em Campo Alegre, 199 pessoas foram identificadas na Busca Ativa, o que pode gerar um incremento de R$ 175.120,00 por mês nos repasses do BPC para o município, em um total de R$ 2.101.440,00 por ano.

Em São Sebastião, foram identificadas 206 pessoas com perfil para o BPC, o que representa um aumento de R$ 181.280,00 nos repasses mensais e de R$ 2.175.360,00 nos repasses anuais. No município de Teotônio Vilela, 376 idoso e pessoas com deficiência foram apontados pela Busca Ativa, o que pode gerar um incremento de R$ 330.880,00 nos repasses mensais, um total de R$ 3.970.560,00 de aumento anual.

“Em todo o Estado, foram identificadas mais de 21 mil pessoas que se encaixam no perfil do BPC, o que representa um aumento de R$ 230 milhões nos repasses anuais do programa para Alagoas. Esse é um recurso do qual o Estado não pode abrir mão e que será de grande ajuda no fortalecimento da economia dos municípios”, disse o secretário Antônio Pinaud.

O programa Alagoas Social já passou pelos municípios de Jundiá e pelo litoral Norte do Estado. Segundo o cronograma da Seades, após a edição em Junqueiro, estarão no Sertão nos dias 22 e 23 de julho e voltam a Maragogi, no Litoral Norte, no dia 4 de agosto. Em seguida, em Murici, na Serra dos quilombos, no dia 30 de agosto, em Penedo, no Baixo São Francisco, no dia 2 de setembro, e em Arapiraca, no Agreste alagoano, nos dias 29 e 30 de setembro.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados