, Quarta-Feira - 8 de Abril de 2020

 

AL se destaca em evento de uma das principais ONGs do artesanato brasileiro

Agência Alagoas / 5:42 - 21/09/2016


Foto: Agência Alagoas

Foto: Agência Alagoas

Personalidades brasileiras se reuniram, no 7º jantar Beneficente da Artesol, no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, para arrecadar fundos a fim de manter o trabalho da instituição. A ONG atua em todo país, capacitando e desenvolvendo novos produtos artesanais, também com a intervenção de designers e estilistas.

A arte produzida em Alagoas esteve presente durante todo o evento. Na área do jantar, Dona Wbiranilda fazia, em seu tear, uma peça de bordado filé. Ela faz parte da Associação das Mulheres Rendeiras de Marechal Deodoro, última organização em que a Artesol desenvolveu trabalhos em Alagoas, e que foi apresentado como case de sucesso em manter as técnicas e tradições do artesanato local.

Alagoas teve ainda quatro representantes entre as 21 peças leiloadas para arrecadar fundos para a Artesol: mestre João das Alagoas (município de Capela), mestre Valmir (Ilha do Ferro, em Pão de Açúcar), mestre Zezinho (município de Arapiraca) e mestra Sil (município de Capela). A peça do mestre João das Alagoas, uma escultura em cerâmica, foi a que recebeu o maior lance da noite.

“Para mim é um grande orgulho, fico até sem palavras. É uma surpresa muito agradável, ainda mais em saber que é em benefício da arte”, afirmou mestre João das Alagoas.

Foto: Agência Alagoas

Foto: Agência Alagoas

Para Daniela Vasconcelos, gerente de Design e Artesanato da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas (Sedetur), o jantar beneficente, que também inaugurou a loja de artesanato Artiz, foi um momento único para a arte alagoana.

“O trabalho da Artesol é fundamental, porque valoriza o trabalho do artesão e, para Alagoas, o evento foi especial, porque pudemos constatar, mais uma vez, a repercussão que o artesanato alagoano tem no país”, afirmou Daniela Vasconcelos.

Foto: Agência Alagoas

Foto: Agência Alagoas

A primeira-dama de Alagoas, Renata Calheiros, ficou feliz com o destaque à produção artesanal alagoana pela Artesol. Para ela, além do orgulho de ver a arte de Alagoas sendo reconhecida, é de extrema importância inserir estes artistas e seus produtos no circuito comercial nacional.

“A Artesol sempre atuou na valorização e divulgação da arte produzida pelos alagoanos. Agora, com a loja no shopping JK Iguatemi, o artesanato de Alagoas vai além do conhecimento de especialistas do setor, ganha visibilidade de consumidores do maior centro comercial do Brasil”, disse Renata Calheiros.

Artesol 

A Artesol, Artesanato Solidário, criada em 1998 como um programa social, tornou-se uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) em 2002, e atua na preservação do artesanato tradicional brasileiro.

As ações promovidas pela Artesol têm como objetivo valorizar e salvaguardar o fazer artesanal de tradição cultural, desenvolvendo programas de capacitação nas associações de artesãos, articulando a cadeia produtiva artesanal e estimulando a criação de políticas públicas, beneficiando artistas que vivem em localidades de baixa renda e são detentores de saberes tradicionais, transmitidos entre gerações.

A OSCIP já desenvolveu cerca de 120 projetos ao longo dos últimos 18 anos, envolvendo mais de 5 mil artesãos e beneficiando cerca de 25 mil pessoas indiretamente em 17 estados brasileiros.

A loja Artiz será aberta ao público no próximo dia 27, e irá contar com peças de artesãos alagoanos.


Comentar usando