AL registra mais 48h sem mortes por Covid-19

Apesar da diminuição no número de óbitos, alagoanos devem se manter em alerta; ocupação de leitos teve aumento no estado

AL registra mais 48h sem mortes por Covid-19

Apesar da diminuição no número de óbitos, alagoanos devem se manter em alerta; ocupação de leitos teve aumento no estado

Por Assessoria | Edição do dia 28 de dezembro de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,,


Outras UTIs destinadas para tratamento da Covid-19 também foram fechadas. Foto: Márcio Ferreira.

Nesta terça-feira (28), Alagoas comemora mais um dia em que não teve registro de óbitos por Covid-19. Já são 48 horas sem mortes pela doença no Estado. A informação foi divulgada no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Alagoas vem de uma sequencia sem óbitos da última quinta-feira (23) até o sábado (25). Apenas no domingo (26) foi registrada uma morte no Estado. Levando em consideração os últimos dois meses, a média diária de óbitos por Covid-19 em Alagoas é de menos de duas mortes.

Mas, a Sesau informa que, apesar da diminuição no número de mortes, os alagoanos devem se manter em alerta, pois a ocupação de leitos teve um aumento no estado. Dos 225 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 65 estavam ocupados até às 16 horas dessa segunda-feira (27), o que corresponde a 29% do total. Atualmente, 26 pacientes estão em leitos de UTI, cinco pacientes estão ocupando o leito Intermediário e 34 estão nos leitos de enfermaria.

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, pede para que todos os alagoanos continuem a seguir as medidas de proteção e concluam seus esquemas vacinais para que o estado avance ainda mais no combate ao coronavírus. “Estou muito feliz de mais uma vez noticiar mais um dia sem mortes aqui em Alagoas. E mais uma vez reforço que a diminuição nas mortes aqui é reflexo do avanço da vacinação e do esforço dos nossos heróis da saúde. Peço a todos que se cuidem e tomem a dose de reforço, seguindo o cronograma”, disse.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados