AL: 377 mil pessoas sofreram violência sexual, física ou psicológica nos últimos 12 meses

Dados são da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) divulgada nesta sexta-feira (7) pelo IBGE

AL: 377 mil pessoas sofreram violência sexual, física ou psicológica nos últimos 12 meses

Dados são da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) divulgada nesta sexta-feira (7) pelo IBGE

Por Redação* | Edição do dia 7 de maio de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


A quinta edição da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), divulgada nesta sexta-feira (07) pelo IBGE, estimou que 377 mil pessoas maiores de idade sofreram algum tipo de violência (psicológica, física ou sexual) em Alagoas nos 12 meses anteriores à pesquisa. Esse número corresponde a 15,7% das pessoas adultas do estado.

Foto: Kat J / Unsplash

A pesquisa mostra que as mulheres são as que mais sofrem violência. 16,4% delas constam dessa triste estatística. No entanto, um número importante dos homens também relataram ter sido vítimas de violência (14,8%).

Entre as 377 mil pessoas violentadas, 60 mil deixaram de realizar suas atividades habituais em decorrência dessa violência.

Em Maceió, estima-se que 15,7% da população maior de idade sofreu algum tipo de violência nos últimos 12 meses anteriores à entrevista, o que representa 123 mil pessoas. Nesse caso, os homens (16%) sofreram mais violência que as mulheres (15,5%).

Violência sexual atingiu 3,7% da população alagoana, a menor proporção do país

A pesquisa também estimou que 3,7% da população maior de idade em Alagoas (89 mil pessoas) sofreu violência sexual alguma vez na vida. Foi a menor proporção entre todas as unidades da federação. A média foi de 5,9% para o Nordeste e também para o Brasil. O Maranhão (7,7%) foi o estado que registrou a maior proporção de vítimas dessa violência.

Na análise por gênero, a violência sexual atingiu duas vezes mais mulheres (4,8%) que os homens (2,4%) em Alagoas. Há diferenças também entre as faixas etárias. Enquanto a estimativa foi de 5,7% para o grupo de 30 a 39 anos e de 4,4% para os jovens de 18 a 29 anos, o grupo de idade de 60 anos ou mais registrou 1,2%.

A violência psicológica atingiu 95,7% das vítimas de pelo menos uma das três agressões

Em 2019, a PNS estimou que 15% da população alagoana – um total de 361 mil pessoas de 18 anos ou mais – sofreram agressão psicológica nos 12 meses anteriores à entrevista. Considerando que 361 mil pessoas sofreram violência psicológica e 377 mil sofreram algum tipo de violência, das pessoas que sofreram alguma violência, 95.7% sofreram violência psicológica.

O percentual de mulheres vitimadas foi maior do que o dos homens, 16,1% contra 13,8%. A população mais jovem (18 a 29 anos) sofreu mais violência psicológica do que a população com idade mais elevada (60 anos ou mais), 20,5% contra 4,6% respectivamente. Mais pessoas pretas (17,2%) e pardas (15,2%) sofreram com este tipo de violência do que pessoas brancas (14,1%).

*Com assessoria do IBGE

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados