Agentes ambientais vistoriam área atingida por incêndio em Cruz das Almas

Por | Edição do dia 20 de novembro de 2015
Categoria: Maceió, Notícias


O secretário municipal de Proteção ao Meio Ambiente, David Maia, vistoriou nessa quinta-feira (19), junto com agentes ambientais, a área de Cruz das Almas, onde ocorreu um incêndio na vegetação.  O terreno é particular e tem dimensão de um hectare. O proprietário do terreno está sendo procurado para prestar esclarecimentos, já que as terras são cercadas por um muro de alvenaria.

1

Apesar da constatação de que o local afetado pelo incêndio não ser de proteção ambiental, existe uma outra área de preservação nas proximidades.  Se houvesse maior intensidade, o fogo poderia causar mais danos atingindo essa área . Outro problema detectado foi o de uma ave carbonizada. Isso indica, preliminarmente, que outros animais  foram atingidos, tanto os que tiveram que fugir ou então, os que não conseguiram e foram mortos no incêndio.

2

Como a área é particular, a Sempma busca saber como aconteceu a queimada. De acordo com o secretário David Maia, a expansão imobiliária contribui para crimes desta natureza. “Já flagramos e notificamos empresas com maquinário pesado devastando no Litoral Norte. As queimadas são ações provocadas pelos criminosos para facilitarem na limpeza do terreno”, detalhou.

A Sempma alerta que é crime federal uso de artifícios que propaguem fogo em áreas de preservação. Está disposto no código florestal brasileiro, no Artigo 41, e quem provocar incêndio em mata ou floresta tem pena de reclusão de dois a quatro anos e multa.

Gustavo Corado/ Ascom Sempma

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados