Advogada que havia sido presa por abandono de incapaz seguido de morte é liberada pela Justiça

A criança de 2 anos morreu afogada

Advogada que havia sido presa por abandono de incapaz seguido de morte é liberada pela Justiça

A criança de 2 anos morreu afogada

Por Redação* | Edição do dia 26 de julho de 2021
Categoria: Alagoas, Justiça | Tags: ,,,,


Central de flagrantes

Uma advogada que havia sido presa por abandono de incapaz neste último sábado (24) por conta do abandono de uma criança, que morreu afogada, foi liberada ontem (25). Luan Henry, de 2 anos, foi encontrado no fundo de uma piscina na Praia do Francês, em Marechal Deodoro.

De acordo com a advogada, que não teve seu nome divulgado, ela havia colocado a criança para dormir e voltou para uma área externa da casa e quando voltou para monitorar o menino, não o encontrou. Iniciada as buscas pela residência, a mulher encontrou Luan Henry nos fundos da piscina.

O menino chegou a ser socorrido e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa), mas chegou ao local sem vida. O laudo confirmou a morte por afogamento.

Após a confirmação do óbito, a polícia foi ao local da tragédia, isolou o local e prendeu a advogada por abandono de incapaz resultado em morte. Na noite deste último domingo, a mulher teve a liberdade provisória decretada após o pedido de dois advogados criminalistas. O alvará foi concedido pela juíza plantonista do município de Marechal Deodoro.

 

Com: Cada Minuto

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados